19º Congresso da ANTRAM busca reflexão sobre o futuro do transporte de mercadorias

Terrestre Comentários fechados em 19º Congresso da ANTRAM busca reflexão sobre o futuro do transporte de mercadorias 234
Tempo de Leitura: 2 minutos

Está ao virar da esquina o próximo Congresso da ANTRAM: a décima nona edição do evento procura «apontar caminhos para ultrapassar alguns dos constrangimentos que têm sido colocados a este ramo», como explicou a associação, na antecâmara do mesmo. Recorde-se que a ANTRAM teve um ano árduo, pautado por um longo e difícil processo negocial com alguns sindicatos (SNMMP e SIMM), que ainda se encontra a decorrer.

Evento decorrerá no Centro de Congressos de Tróia

«Que aspectos irão condicionar o sector do transporte rodoviário de mercadorias no futuro próximo? Esta é apenas uma das grandes questões em análise no 19º Congresso que a ANTRAM promove, a 18 e 19 de Outubro», enquadrou a associação. O encontro decorre no Centro de Congressos de Tróia e contará com a presença de Gustavo Paulo Duarte, presidente da Associação, e de António Mendes, presidente da CM de Grândola.

À abertura, agendada para as 15h00, segue-se um painel de debate centrado no ‘Transporte Rodoviário de Mercadorias – ultrapassar constrangimentos’, durante o qual se abordará o actual panorama europeu nesta matéria. Já a manhã do segundo dia está reservada para uma reunião de associados, em que se analisarão os grandes temas da área, com ênfase para os impactos da actual convenção colectiva de trabalho.

O Congresso termina com uma intervenção especial de Jorge Sequeira, professor, investigador e especialista na área da Psicologia, que irá conduzir a palestra ‘Dar ao Pedal’.

ANTRAM: identifica um sector pleno de «desafios»

Para a ANTRAM, «o sector do transporte rodoviário de mercadorias enfrenta, actualmente, um conjunto de desafios, destacando-se, neste ponto, a convenção colectiva de trabalho – documento que integra uma revisão global das questões relativas à organização do tempo de trabalho, à profissionalização e flexibilidade das empresas e, ainda, à remuneração». É, portanto, «urgente» proceder a uma reflexão «sobre o presente e o futuro do transporte de mercadorias, garantindo a sua sustentabilidade e competitividade, a nível nacional e internacional», declarou a associação.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com