Investimento espanhol em acessibilidades aos portos atingirá 560 milhões em 2018

Marítimo, Terrestre Comentários fechados em Investimento espanhol em acessibilidades aos portos atingirá 560 milhões em 2018 395
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Comité para a Distribuição do Fundo de Compensação Inter-portuário – um instrumento de distribuição de recursos financeiros do sistema portuário espanhol – aprovou, por unanimidade, os 53 projectos levados a análise no passado dia 27. Estes serão financiados ao abrigo do Fundo Financeiro de Acessibilidade Portuária Terrestre – no total, serão alocados 912,7 milhões de euros (de investimento público) para o financiamento das obras que agora obtiveram ‘luz verde’.

912,7 milhões para forte investimento nas acessibilidades rodoviária e terrestre

O Fundo Financeiro de Acessibilidade Portuária Terrestre contribuirá com 559,7 milhões de euros (cerca de 61% do valor total destinado ao investimento), num ano em que foram superados, em quantidade, os 47 projectos aprovados durante o último programa de financiamentos públicos. Dos 53 projectos agora validados, dois terços constituem melhorias nas redes de transporte comummente utilizadas por outras entidades, cujo valor pago pelo Fundo ascende aos 251,1 milhões de euros.

Os projectos ferroviários representam ainda a maior fatia do financiamento previsto, se bem que estão incluídas neste cômputo novas actuações de melhoria de acessos rodoviários (15 intervenções de melhoria infra-estrutural). O Fundo disponibilizará, para essas intervenções, 48,5 milhões de euros. O peso total do investimento público espanhol deixa reflectir, a importância estratégica e económica dada à acessibilidade rodoviária e ferroviária, no âmbito global de um processo de transporte que ser quer mais interligado, interactivo e intermodal.

Conexão e intermodalidade: conceitos tidos como estratégicos para Espanha

Criado em 2014, o Fundo Financeiro de Acessibilidade Portuária Terrestre foi criado com o propósito de impulsionar a construção de acessos terrestres aos portos espanhóis, adoptada que havia sido há vários anos a defesa da conectividade entre os meios rodoviário, ferroviário e as plataformas portuárias como factor de dinamização económica. Assim, o mecanismo permite aos portos participar no financiamento dos projectos de ligação rodoviária e ferroviária fora da sua área de influência, potenciar a competitividade inter-portuária, favorecer o transporte intermodal de mercadorias e fomentar a sustentabilidade do sistema de transportes.

Fundo de Compensação Inter-portuário aprovou proposta do ‘Puertos del Estado’

O Comité para a Distribuição do Fundo de Compensação Inter-portuário aprovou, por unanimidade das 28 autoridades portuárias espanholas, a proposta do ‘Puertos del Estado’, para que sejam distribuídos 37 milhões de euros por todas as administrações portuárias durante o ano de 2018, um valor que significa um acréscimo de 1,8% face ao presente ano. Cerca de 34% das atribuições corresponderão a critérios de insularidade, isolamento e ultra-periferia. Cerca de 20% serão alocadas para a manutenção dos auxílios à navegação; 4% para segurança, ordenamento e coordenação do tráfego portuário. Os restantes 42% serão investidos em reparações (periódicas ou extraordinárias).

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com