Porto de Viana do Castelo

Acessos rodoviários ao Porto de Viana vão «atrair novas actividades económicas» para a região

Marítimo Comentários fechados em Acessos rodoviários ao Porto de Viana vão «atrair novas actividades económicas» para a região 234
Tempo de Leitura: 2 minutos

Já se encontram a decorrer a todo o gás trabalhos relativos à construção da última fase dos novos acessos rodoviários ao Porto de Viana do Castelo, adiantou a Câmara Municipal de Viana do Castelo. A nova via, recorde-se, detém um valor de adjudicação de 7,3 milhões de euros.

Acessos rodoviários irão incrementar as potencialidades do porto

Este novo acesso visa descongestionar as vias urbanas do tráfego de veículos pesados, retirando da antiga Estrada Nacional (EN) 13 e do interior da freguesia de Darque o tráfego de pesados de e para o Porto de Mar. O novo acesso ao Porto de Viana do Castelo inclui a criação de uma rodovia de 8,8 quilómetros de extensão a ligar a A28 ao Porto de Viana do Castelo em São Romão de Neiva, com duas faixas de rodagem de 3,5 metros de largura.

A obra estipula também a requalificação de um troço e bermas da Estrada Nacional 13 e a construção de dois novos troços a ligar esta estrada nacional à A28, com acesso directo ao porto comercial. «Este investimento na construção dos novos acessos pretende atrair novas actividades económicas para a área de influência do Porto; reduzir os custos operacionais inerentes aos tempos de ligação rodoviária do Porto aos principais pólos de actividade; reduzir o ruído e as emissões poluentes; aumentar a segurança da circulação; e contribuir para o descongestionamento da circulação rodoviária, retirando o tráfego pesado das vias urbanas», declarou a autarquia de Viana do Castelo, através de um comunicado.

Na visão da autarquia, os acessos rodoviários à infra-estrutura portuária «são fundamentais para o reforço da capacidade operacional e para garantir o crescente aumento de movimento do porto comercial de Viana do Castelo, em especial nas exportações, derivado da dinâmica comercial das empresas instaladas na região». Recorde-se que o porto viu a sua vertente de exportação aumentar (+6,7%, segundo dados da AMT) no primeiro semestre de 2020 – este segmento representou cerca de 76% do movimento de mercadorias no porto minhoto.

O Porto de Viana do Castelo não tem estado somente na agenda mediática devido aos acessos rodoviários – recentemente, a empresa portuguesa Jomatir anunciou a abertura de uma nova delegação, precisamente no porto em questão, vincando a sua aposta estratégica nas potencialidades da infra-estrutura portuária. Este passo, explicou o CEO Daniel Pereira à Revista Cargo, visa reforçar a «ligação de proximidade com os clientes» e oferecer aos exportadores e importadores «novas soluções e alternativas».

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com