Corredor Atlântico: Espanha investe 65,9 milhões na electrificação do troço Salamanca-Fuentes de Oñoro

Terrestre Comentários fechados em Corredor Atlântico: Espanha investe 65,9 milhões na electrificação do troço Salamanca-Fuentes de Oñoro 984
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Conselho de Administração da companhia estatal espanhola Adif aprovou o investimento global de 65.975.474 euros na electrificação e manutenção da secção ferroviária que liga Salamanca a Fuentes de Oñoro, na linha que une Medina del Campo (em Valladolid) à fronteira de Portugal – inserida no Corredor Atlântico da RTE-T.

A informação foi revelada por fontes da própria Adif à agência Europa Press – as intervenções, acrescentaram, permitirão dar seguimento à electrificação de toda a linha de Medina del Campo-Salamanca-Fuentes de Onõro.


Investimento melhorará interoperabilidade com a rede ferroviária lusa

Este investimento contribuirá para melhorar a interoperabilidade com a rede ferroviária portuguesa, favorecendo o aumento do tráfego internacional de mercadorias através do Corredor 4 (ou Corredor do Atlântico), idealizado pela União Europeia para fomentar a competitividade do transporte ferroviário – uma via que liga Portugal com as redes ferroviárias de França e Alemanha através da rede espanhola, passando por Salamanca e Irún. As obras incluirão também a instalação de sistemas de telecomunicações.

Este contrato (que terá um prazo de execução de 18 meses) foi adjudicado ao consórcio UTE (Unión Temporal de Empresas), formada pelas empresas espanholas Enclavamientos y Señalización Ferroviarias e Sociedad Española de Montajes Industriales, tendo um valor total de 31.707.747 de euros. O segundo contrato visa a execução de obras e manutenção das sub-estações associadas e centros de auto-transformação, controle remoto de energia e linhas de alta tensão da secção Salamanca-Fuentes de Oñoro, no valor de 34.267.727 milhões e prazo de 42 meses.

Regozijando-se com o avanço do investimento, a Junta de Salamanca deixou elogios aos trabalhos agora avalizados no troço ferroviário: «Isto permitirá completar a electrificação de toda a linha ferroviária de Medina del Campo a Portugal, graças a um investimento que já atinge aos 120 milhões de euros, destinado a melhorar as comunicações».

Recorde-se que em 2015, a Adif havia já alocado cerca de 53 milhões de euros para a electrificação da conexão do troço Medina del Campo-Salamanca à linha de alta velocidade Madrid-Galiza.


Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com