Airbus assinala «marco histórico» ao completar a primeira descolagem totalmente automática

Aéreo Comentários fechados em Airbus assinala «marco histórico» ao completar a primeira descolagem totalmente automática 321
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Airbus anunciou ter concluído com sucesso a primeira descolagem automática com base na visão, usando um avião de testes Airbus no aeroporto francês de Toulouse-Blagnac. A tripulação de testes, composta por dois pilotos e três engenheiros de voo, fez a primeira descolagem às 10:15 horas do dia 18 de Dezembro e realizou um total de 8 descolagens num período de quatro horas e meia. A companhia frisou, em comunicado ao qual a Revista Cargo acedeu, tratar-se de um «marco histórico» para a pesquisa aeronáutica.

Airbus enfatiza «marco importante» no projecto ATTOL

«A descolagem automática é um marco importante no projecto ATTOL (Autonomous Taxi, Take-Off & Landing) da Airbus», assinalou a companhia. Lançado em Junho de 2018, o ATTOL é uma das demonstrações tecnológicas de voo que a Airbus tem vindo a testar, com o objectivo de compreender o impacto da automatização e autonomia nos aviões. A Airbus frisou não encarar a autonomia como uma meta em si, mas sim como uma forma de «explorar tecnologias em conjunto com outras inovações em áreas como materiais, electrificação e conectividade».

«A aeronave teve o desempenho esperado durante os testes», salientou a Airbus – «Movemos as alavancas do acelerador para a configuração de descolagem e monitorizámos a aeronave. Começou mover-se e a acelerar, mantendo automaticamente a linha central da pista, na velocidade exacta de rotação inserida no sistema. O nariz da aeronave começou a levantar-se automaticamente para obter o valor esperado da altura da descolagem e, alguns segundos depois, estávamos no ar», descreveu Yann Beaufils, piloto de testes da Airbus.

Para que as tecnologias de automatização melhorem os voos e a performance  geral dos aviões, os pilotos terão que continuar no centro das operações.  As tecnologias autónomas são fundamentais para apoiar os pilotos, permitindo-lhes concentrarem-se menos na operação das aeronaves e mais na tomada de decisões estratégicas e na gestão do voo.

Recorde-se que a empresa europeia esteve em destaque na semana passada, aquando da entrada ao serviço do modelo Airbus BelugaXL. Este avião, que é parte integrante do sistema industrial da Airbus, fez o seu primeiro voo operacional no dia 9 de Janeiro, marcando a entrada, em grande, da construtora aeronáutica no ano de 2020.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com