Yilport parceria Tradelens

Alexa Rios: «Com o Tradelens, o que estamos a fazer é deixar abaixo as barreiras documentais»

Marítimo Comentários fechados em Alexa Rios: «Com o Tradelens, o que estamos a fazer é deixar abaixo as barreiras documentais» 348
Tempo de Leitura: 3 minutos

Uma das grandes atracções do 22º Congresso da APLOG foi a apresentação da solução inovadora Tradelens, desenvolvida pela Maersk em parceria com a IBM, recorrendo à tecnologia Blockchain para lançar o sector do transporte marítimo de mercadorias para uma nova realidade: mais interligada, mais transparente, eficiente e segura. Alexa Rios, Regional Product Expert – TradeLens|Europe na A.P. Moller – Maersk, detalhou o surgimento da solução e aprofundou as suas utilidades – a Revista Cargo não perdeu pitada da sua intervenção.

Blockchain: uma aposta a pensar na segurança e na transparência

«Recorremos ao Blockchain porque a informação é o bem mais valioso dos nossos dias, logo, a privacidade e a segurança têm de estar no centro da nossa solução, caso contrário, ninguém haveria de querer integrar a plataforma. Neste sistema, dependendo do objectivo e condição, os vários actores possuem diferentes direitos de acesso e diferentes permissões para modificar documentação», explicou Alexa Rios, ao elencar as grandes utilidades desta nova solução, que recorre à tecnologia disruptiva Blockchain, exaustivamente analisada aqui na Revista Cargo.

Tradelens pode ajudar a aumentar o comércio global em 15%, afirmou Alexa Rios

«Com o Tradelens, o que estamos a fazer é deixar abaixo as barreiras documentais. Desta forma, poderemos aumentar o comércio global em cerca de 15%. Ainda estamos rodeados de muitas assumpções, existem ainda muitas pessoas cépticas quanto a esta solução. Estamos a trabalhar nisto há já dois anos, nos bastidores, construindo aquilo a que chamamos os pilares da solução – o ecossistema, para integrarmos as companhias que querem integrar a plataforma. Em Maio, grandes transportadoras marítimas juntaram-se à plataforma (MSC, CMA CGM e Hapag-Lloyd). Já agregamos 15 companhias marítimas e, dentro em breve, englobaremos na Tradelens cerca de 64% das transportadoras de contentores de todo o mundo», vincou.

Uma oportunidade para a criatividade

Afinal, como é constituída e como funciona esta solução? «A Tradelens tem três camadas: a camada básica – que é, basicamente, o nosso contributo – é o ecossistema. Depois, a plataforma oferece dois tipos de opções: uma prende-se com a transparência na indústria, daí oferecermos visibilidade end-to-end em torno da consignação; a segunda é a possibilidade de os clientes poderem partilhar documentos digitalmente, com a informação a fluir automaticamente na Tradelens. A terceira – que penso que irá exponenciar a inovação na indústria – é a oportunidade de sermos criativos», disse.

«Qualquer um que faça parte do ecossistema pode desenvolver apps que irão satisfazer certas necessidades. É neste contexto que qualquer um de nós pode colocar as questões: que problema pretendo eu ver resolvido? Quais os problemas com que a indústria actualmente se depara», reforçou. «O primeiro grande passo é o recolher e compilar da informação – não só a necessidade de os transportadores partilhar em maior volume, mas também por banda dos outros membros da rede. O segundo passo é: como dar uso a essa informação compilada. Daí o valor do Tradelens: estamos a desenvolver aplicações de data analytics, para se poder saber quão valiosa é determinada informação para o negócio de cada um», finalizou.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com