cosco

Armadores devem «refrear apetite» na aquisição de novos navios, defende analista

Marítimo Comentários fechados em Armadores devem «refrear apetite» na aquisição de novos navios, defende analista 284
Tempo de Leitura: 2 minutos

Os alertas sobre o excesso de capacidade voltaram à ordem do dia e quem deu o último mote foi a analista norte-americana AlixPartners: as transportadoras marítimas de contentores deverão «refrear os seus apetites» em relação à compra de novas embarcações e aumentar os índices de demolição para que o equilíbrio entre a oferta e a procura se mantenha.



Setembro de 2017 marcou regresso aos velhos hábitos do passado recente

Durante grande parte de 2017, as encomendas de novos navios desaceleraram significativamente, dando margem para que as demolições se sobrepusessem e assim equilibrassem os pratos da balanço após um 2016 altamente prejudicial. Para essa nova harmonia contribuiu também a decisão das transportadores de adiar grande parte das entregas de novos porta-contentores que estava marcadas para 2017 e 2018.

Mas, alerta a AlixPartners, a voracidade de aquisições voltou novamente em Setembro, e em força, como comprovam as movimentações da MSC, da CMA CGM e até recentemente da titubeante sul-coreana Hyundai Merchant Marine (HMM), que encomendou duas dezenas de porta-contentores, doze deles com capacidades superiores a 20 mil TEU. Esse corrida aos TEU’s alarmou a indústria mas os primeiros avisos, ao que tudo indica, caíram em saco roto.

Nuvens no horizonte, prevê a AlixPartners

A analista explicou ainda que a disciplina de preços e a gestão das despesas operacionais têm sido trunfos das companhias marítimas num contexto difícil de consolidação que, por muito aniquilador que tenha sido, ajudou a um controlo efectivo dos preços. Mas, aponta, apesar do facto ter melhorado em 2017, o cenário do shipping está carregado de nuvens no horizonte – o excesso da oferta é uma dessas nuvens negras.

A exposição da AlixPartners avança que as taxas continuarão a ser espremidas enquanto a oferta continuar a superar a procura no transporte de contentores; a procura global terá que corresponder às expectativas de um aumento de 4 a 5% para fornecer qualquer oportunidade real de crescimento, de acordo com a consultora. «Embora a economia global tenha começado 2018 com uma força ampla, o potencial para o surgimento de crises políticas, grandes correcções nos mercados financeiros e ataques cibernéticos mantém-se», concluiu.



Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com