Gian Luca Erbacci Alstom

Alstom diz que este é o «momento certo para voltar a entrar no mercado português»

Empresas, Terrestre Comentários fechados em Alstom diz que este é o «momento certo para voltar a entrar no mercado português» 416
Tempo de Leitura: 2 minutos

O proclamado aumento de investimento na ferrovia portuguesa – várias vezes enfatizado pelo Executivo – poderá ser um factor crucial para atrair novos players para o sector da ferrovia: a Alstom, segundo maior construtor ferroviário mundial, pondera, perante este novo contexto de aposta no sector, voltar a actuar no mercado português, adiantou o ‘Jornal Económico’, após entrevista ao presidente da Alstom Europa.

Afastada dos trilhos ferroviários portugueses há vários anos, a companhia equaciona agora voltar a entrar nos carris lusos – quem o confirmou foi Gian Luca Erbacci, presidente da Alstom Europa. Para o responsável, este é «o momento certo para voltar a entrar no mercado português». Um momento que contrasta com o passado, marcado, frisou, pela ausência de investimento consistente na ferrovia do país.

Investimento nacional deixa Alstom entusiasmada

«A Alstom esteve um pouco afastada de Portugal, principalmente pela ausência de grandes projectos ferroviários no mercado português, o que se notou na redução de concursos para fornecimentos», declarou Gian Luca Erbacci ao ‘Jornal Económico‘, aludindo ao investimento – na calha – da CP e à vontade requalificação e modernização das infra-estruturas que tem sido anunciada pelo Governo português.

«Agora, com o investimento que a CP pretende concretizar – anunciado pelo ministro das Infraestruturas, aliado ao fundo de recuperação da União Europeia –, consideramos que Portugal está pronto para modernizar as suas infra-estruturas e o seu sistema de mobilidade. Este é o momento certo para voltar a entrar no mercado português, atendendo à lista de investimentos que Portugal quer realizar», frisou.

Para Gian Luca Erbacci, as maiores oportunidades que o mercado português poderá proporcionar à Alstom nos próximos tempos passam pelos comboios regionais e os inter-cidades. «É um mercado para mais de 100 comboios», comentou o presidente da Alstom Europa, notando que é «preciso renovar a frota».

Fonte: Jornal Económico

Foto: Alstom

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com