ANA: Abastecimento no Aeroporto de Lisboa é «insuficiente» e provoca «restrições à operação»

Aéreo, Logística Comentários fechados em ANA: Abastecimento no Aeroporto de Lisboa é «insuficiente» e provoca «restrições à operação» 270
Tempo de Leitura: 1 minutos

Em resposta à Lusa, a ANA – Aeroportos de Portugal confirmou ontem o cenário de incumprimento dos serviços mínimos reportado ontem pela ANTRAM e posteriormente confirmado pelo Executivo com a decisão de avançar para a requisição civil – a gestora aeroportuária corroborou à Lusa existir um abastecimento «insuficiente, em níveis bastante abaixo do estipulado para serviços mínimos», provocando «restrições à operação».

Abastecimento «insuficiente» levou à «redução de abastecimento de aeronaves»

A ANA – Aeroportos de Portugal revelou que está a avaliar continuamente o impacto da greve dos motoristas no abastecimento de combustível nos aeroportos da sua rede. O ritmo de abastecimento «insuficiente» verificado até agora já levou à implementação de restrições à operação, «nomeadamente na redução de abastecimento de aeronaves»: uma medida preventiva que visa poupar combustível.

A ANA garantiu que «continuará a acompanhar de forma permanente a situação com o Governo, as empresas petrolíferas, as companhias aéreas e as empresas de handling», de modo a mitigar ao máximo o possível efeito nocivo da greve nos aeroportos. Recorde-se que o incumprimento de que o aeroporto da capital foi alvo, no dia inaugural da greve dos motoristas, foi um dos motivos para a requisição civil, decretada ontem às 19 horas.

O primeiro-ministro afirmou hoje que o cumprimento dos serviços mínimos na greve dos motoristas mudou “da manhã para tarde” e anunciou a convocação de um Conselho de Ministros electrónico para avaliar a necessidade da requisição civil.

Com Lusa

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com