Ana Paula Vitorino: investimento da Yilport permitirá que Leixões «continue a sua rota de sucesso»

Marítimo Comentários fechados em Ana Paula Vitorino: investimento da Yilport permitirá que Leixões «continue a sua rota de sucesso» 282
Tempo de Leitura: 3 minutos

Com mais um foco de reportagem escrita, a Revista Cargo continua a dar destaque informativo à cerimónia de apresentação do projecto de reconversão do Terminal de Contentores Sul do Porto de Leixões – um investimento de 43,4 milhões de euros levado a cabo pelo Grupo Yildirim, via Yilport, que permitirá à infra-estrutura continuar a crescer. Depois dos testemunhos de Robert Yildirim e Christian Blauert, trazemos até si a intervenção da tutela.

Porto de Leixões é «peça imprescindível no sistema portuário», vincou a Ministra do Mar

Ana Paula Vitorino fechou o leque de intervenções, vincando, durante o discurso, a importância vital da sinergia entre a capacidade operacional do terminal e a intenção da Yilport em apostar intensamente no desenvolvimento da infra-estrutura portuária. «Este é um dia importante – não só para o Porto de Leixões mas também para todo o sistema portuário nacional. O Porto de Leixões é uma peça imprescindível no sistema portuário nacional, representa, porventura, a infra-estrutura portuária mais impactante sobre o território», introduziu.

Recordando que Leixões é o «segundo porto nacional em termos de movimentação de cargas (representa cerca de 21%) e aquele «que tem maior relação entre aquilo que é a movimentação e a actividade económica realizada no seu hinterland», Ana Paula Vitorino sublinhou que a infra-estrutura portuária nortenha é, porventura, «o porto exportador mais importante em Portugal», estatuto que detém «relação directa com a importância que nós lhe atribuímos e a capacidade que devemos ter para que possa crescer», declarou.

Esgotada a capacidade, era urgente alargar o horizonte de Leixões

Trilhando um percurso de crescimento notável, Leixões precisa, mais que nunca, que a passadeira do progresso continue a estender-se diante dos seus pés – o investimento da Yilport permitirá tal desiderato. «O Porto de Leixões teve um crescimento acima da média, de mais de 8% em termos de movimentação de contentores, atingindo, neste momento, aquela situação crucial no destino de qualquer infra-estrutura portuária» – do or die. A opção será, naturalmente, o ‘fazer acontecer’ ao invés da estagnação: é neste capítulo que entra a aposta da Yilport.

«O Porto de Leixões movimentou mais contentores durante 2018 do que aquilo que seria a sua capacidade teórica, ou seja, chegou a um ponto em que precisa de tomar as decisões certas, sob pena de ficar reduzido a uma importância marginal. A importância deste investimento não é apenas pelo facto de ser um investimento privado de 43 milhões – é um investimento que vai permitir que o Porto de Leixões continue a sua rota de sucesso», explicou.

Reconversão do terminal permitirá consagrar Leixões como «jóia da coroa da região Norte»

O que acrescentará, então, o projecto de reconversão ao terminal de contentores de Leixões? «Vamos aumentar em quase 50% a capacidade do terminal e em mais de 30% da capacidade de movimentação de contentores no porto. Isto quer dizer que o Porto de Leixões pode continuar a crescer e a ser fulcral nas exportações nacionais; pode continuar a ser a jóia da coroa da região Norte e uma das jóias da coroa da economia nacional», atirou a ministra.

 

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com