Antonoaldo Neves substitui Fernando Pinto na presidência da TAP

Aéreo Sem comentários em Antonoaldo Neves substitui Fernando Pinto na presidência da TAP 450
Tempo de Leitura: 3 minutos

A TAP terá um novo presidente já a partir do final deste mês: a 31 de Janeiro, Fernando Pinto dará o lugar a Antonoaldo Neves, antigo presidente da transportadora aérea brasileira Azul.



Fernando Pinto sai assim da presidência da companhia aérea portuguesa depois de exercer as funções nos últimos 17 anos. O seu substituto, Antonoaldo Alves, tem 42 anos e, tal como Fernando Pinto, tem dupla nacionalidade – brasileira e portuguesa.

Antonoaldo Neves foi o nome indicado pelos accionistas do consórcio Antlantic Gateway, Humberto Pedrosa e David Neeleman, e será oficializado como presidente da TAP em assembleia-geral no final deste mês. O novo presidente da TAP já fazia parte do Conselho de Administração e da Comissão Executiva da companhia aérea nacional, no papel de CCO (Chief Commercial Officer), tendo desempenhado um papel de relevo durante a privatização da transportadora.

Antes, Antonoaldo Neves tinha desempenhado o cargo de presidente executivo da brasileira Azul Linhas Aéreas. Aí, junto com David Neeleman, guiou a operação de fusão com a Trip. Ainda antes disso, de 2011 a 2012, integrou o Conselho de Administração da empresa de gestão aeroportuária do Brasil Infraero, por nomeação do Governo Federal.

Fernando Pinto continuará como assessor da TAP

Fernando Pinto foi presidente da TAP nos últimos 17 anos.

Quanto a Fernando Pinto, continuará com ligação à TAP nos próximos dois anos, «enquanto assessor», uma informação que o próprio fez chegar aos trabalhadores por email.

Nesse mesmo email, citado pela RTP, Fernando Pinto faz a sua despedida e fala em «orgulho» pelo percurso de 17 anos: «Estes 17 anos na TAP foram a experiência mais enriquecedora da minha carreira. Não teria conseguido fazê-lo sem cada um de vós, de todos, os que já cá estavam quando cheguei e de todos os que foram entrando e que vi crescer profissionalmente com o passar dos anos, tal como a Companhia».

Ainda nessa comunicação, Fernando Pinto refere que «a TAP é hoje três vezes maior» do que há 17 anos atrás «e cresceu muito também nestes dois anos de privatização».

«Há 17 anos, quando cheguei à TAP, tinha como missão privatizar a empresa. Foi, como todos sabemos, um processo difícil, feito de muitos obstáculos e dificuldades. A TAP era já então uma grande empresa, feita de excelentes profissionais, com uma história consistente, digna de uma Companhia que representa um País», referiu.

«No entanto, enfrentava constrangimentos de ordem financeira que impunham a privatização. E enquanto esse objectivo não se concretizava, a empresa tinha de sobreviver. Esse foi um dos maiores desafios da minha equipa de gestão. Foram 15 anos de sobrevivência. Sobreviver à falta absoluta de capital, às imensas flutuações cambiais, à reestruturação da frota e por fim à chegada das low cost. Lembro de momentos de grandes desafios mas, acima de tudo, momentos de superação, em que foi possível, com a ajuda de todos, acreditar que a empresa tinha futuro», acrescenta.

Antonoaldo Neves é «a pessoa certa» para o cargo

Airbus-A330 tapJá sobre Antonoaldo Neves, Fernando Pinto refere que «é a pessoa certa» para o substituir como presidente da TAP. «Aliás, fui eu mesmo quem o convidou para nos ajudar no programa de crescimento que lançámos há dois anos, o que lhe permitiu conhecer detalhadamente a Companhia. É um profissional com grande know how no sector, com experiência enquanto consultor da Mckinsey e membro do Conselho de Administração da empresa brasileira de aeroportos, a convite do Estado brasileiro», enumera o ainda presidente.

Fernando Pinto mostra-se «absolutamente seguro de que, com a liderança de Antonoaldo Neves, a TAP continuará neste incrível processo de crescimento», e acrescenta: «Cabe agora aos accionistas iniciarem um novo ciclo com a eleição do meu sucessor para o lugar de presidente executivo da TAP, o que deverá acontecer já na próxima Assembleia Geral, a realizar no próximo dia 31 de Janeiro».

«Acredito que devemos todos sentir-nos felizes ao ver aquilo em que a TAP se transformou: numa empresa notável que em 17 anos triplicou o seu tamanho: três vezes mais receitas, três vezes mais passageiros, três vezes mais rotas e três vezes mais aviões. Hoje a Companhia está presente em 85 destinos, em 35 países. Reconhecida com múltiplos prémios. E muito em breve terá novos aviões», refere ainda Fernando Pinto na despedida, concluindo: «Continuarei sempre a acreditar na TAP, porque sei que ela tem os melhores profissionais com quem tive o gosto de trabalhar ao longo dos últimos 17 anos».


Leave a comment

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com