ANTRAM

ANTRAM e FECTRANS voltam a sentar-se à mesa para rever «aspectos contratuais» do CCT

Terrestre Comentários fechados em ANTRAM e FECTRANS voltam a sentar-se à mesa para rever «aspectos contratuais» do CCT 281
Tempo de Leitura: 2 minutos

A ANTRAM e a FECTRANS irão voltar a sentar-se à mesa para debater e analisar «aspectos contratuais» referentes ao Contrato Colectivo de Trabalho (CCT), celebrado no Verão de 2018. Quem o revelou foi a associação liderada por Gustavo Paulo Duarte, através de uma missiva comunicacional à qual a Revista Cargo teve acesso. A primeira reunião, apurou a nossa publicação, ocorrerá amanhã (dia 3 de Maio).

«Conforme estava acordado aquando da assinatura do contrato colectivo de trabalho, celebrado entre a ANTRAM e a FECTRANS, em Setembro de 2018, as partes irão dar início a um novo processo negocial com vista à revisão de alguns aspectos contratuais», informou a associação, explicando que, seis meses após aplicação do novo CCT, «importa clarificar algumas matérias que têm sido alvo de apreciação no âmbito da comissão paritária, bem como ajustes estruturais». A Revista Cargo, recorde-se, marcou presença na assinatura do documento.

ANTRAM e FECTRANS revêem CCT em contexto de instabilidade no sector

A reunião terá lugar amanhã, pelas 9 horas, na sede da ANTRAM. Esta ronda de reuniões, que amanhã arranca, dá-se durante um contexto atribulado para o sector do transporte rodoviário de mercadorias: o sindicato SNMMP organizou uma paralisação geral que colocou em causa o fornecimento de combustível e forçou o Executivo a fixar serviços mínimos e a estendê-los a todo o território nacional. A greve dos motoristas de matérias perigosas, iniciada no dia 15, caiu no dia 18, tendo as negociações entre o sindicato e a ANTRAM começado no passado dia 29.

A reunião inaugural não correu da melhor forma, com o sindicato, formado em 2018, a reiterar a disponibilidade para voltar a endurecer a luta caso a ANTRAM não demonstre abertura para atender às reivindicações. Nova reunião entre a associação e o sindicato está agendada para o próximo dia 7 de Maio. Recorde-se que entre as exigências está a criação de uma nova convenção colectiva específica para os motoristas de matérias perigosas, uma vez que a força sindical considera o recente CCT – firmado em Agosto – não representa nem defende a categoria profissional de forma adequada.

 

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com