ANTRAM

ANTRAM quer criação de Observatório dos Transportes para «monitorizar adequação da frota ao mercado»

Empresas, Terrestre Comentários fechados em ANTRAM quer criação de Observatório dos Transportes para «monitorizar adequação da frota ao mercado» 304
Tempo de Leitura: 2 minutos

Ocorreu no dia 22, em Lisboa, a cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais nacionais da ANTRAM – Pedro Polónio assumiu a presidência, sucedendo a Gustavo Paulo Duarte, que manter-se-á em funções, desta feita como vice-presidente, acompanhado por Fernando Manuel Torres, da empresa Torrestir. No mandato que se segue, a ANTRAM pretende que a AMT agilize a criação de um Observatório dos Transportes.

Durante o seu discurso de tomada de posse, Pedro Polónio (da empresa Patinter), elencou as metas para o mandato e os grandes desafios que o sector terá de enfrentar para se manter competitivo, unido e consistente. Entre essas metas está, vincou, a criação de um Observatório dos Transportes – um dossier que se encontra actualmente nas mãos da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), presidida por João Carvalho.

Pedro PolónioO novo presidente da associação considerou «importante» a tarefa da ANTRAM de «monitorizar a adequação da frota ao mercado, o que certamente teremos oportunidade de fazer, através do Observatório dos Transportes, para cuja criação vamos pugnar – deixando, desde já, esse recado à Autoridade da Mobilidade e dos Transportes, com quem esse dossier se encontra».

Pedro Polónio fez um resumo do último mandato (liderado por Gustavo Paulo Duarte), no qual teve também papel preponderante, tendo integrado a direcção. Entre as prioridades, recordou, estiveram o reerguer da entidade, «a sua aproximação aos sócios», a melhoria da sua «vertente comercial juntos dos associados». O caminho, «da reestruturação financeira, à criação do departamento comercial, à criação de uma nova imagem, ao desenvolvimento dos congressos (ano após ano mais participados)» foi árduo, reconheceu.

Pedro Polónio destacou «a importância do gasóleo profissional (uma reclamação com vários anos), o reaproximar das relações com a FECTRANS, que serviu de base para, já num segundo mandato, conseguirmos, com um novo CCTV, desbloquear um impasse que já levava 21 anos».

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com