Associação Comercial do Porto saúda prolongamento do quebra-mar do Porto de Leixões

Marítimo Comentários fechados em Associação Comercial do Porto saúda prolongamento do quebra-mar do Porto de Leixões 334
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em comunicado enviado às redacções, a Associação Comercial do Porto (ACP) mostrou-se satisfeita com o lançamento do concurso para as obras de prolongamento do quebra-mar exterior e de aprofundamento do canal de entrada do Porto de Leixões, recentemente lançado pela APDL, enfatizando a «enorme importância» deste passo para «o reforço da competitividade da economia nacional».

ACP: obras «aguardadas por toda a Comunidade Portuária de Leixões há mais de dez anos» têm de avançar

Saudando a realização de estudos que se debruçam sobre os impactos das empreitadas, declarou a associação que tais estudos «são relevantes para garantir a sustentabilidade de um conjunto de pequenos negócios ligados à economia do mar e desde que, como se preconiza, tal não coloque em causa o calendário das empreitadas do quebra-mar e de aprofundamento do canal. Trata-se de obras reclamadas e aguardadas por toda a Comunidade Portuária de Leixões há mais de dez anos. Não podem ser adiadas», afirma Nuno Botelho, presidente da associação.

ACP não quer mais «atrasos» ou «adiamentos»

A ACP espera, agora, que este seja o tiro de partida para uma concretização dos desígnios do Plano Estratégico de Expansão do Porto de Leixões sem demoras ou mais «adiamentos» – «a Associação deseja que não continue a atrasar-se a construção do novo terminal de contentores», frisou ainda, lembrando o peso do porto no dinamismo comercial nacional. «Leixões é um motor da capacidade exportadora portuguesa, até porque é no Norte e no Centro que estão o maior número de empresas exportadoras do país», vincou, a propósito, Nuno Botelho.

Já a operar na maximização total das suas valências infra-estruturais, o porto nortenho encontra-se em fase de expansão (como atestou já a Ministra do Mar e a própria concessionária turca, a Yilport) e de projecção de um futuro ambicioso – é tempo pois de avançar com a materialização dos objectivos do plano estratégico, frisou Nuno Botelho: «Cada dia de atraso no Plano Estratégico de Porto de Leixões é um dia de prejuízo para a economia portuguesa», disse, colocando a tónica na urgência da modernização de Leixões.

O presidente da ACP disse «esperar que a Ministra do Mar, depois de tantas indecisões e promessas falhadas, faça deste concurso um arranque para o aumento da capacidade e para a modernização de Leixões e não continue a adiar os investimentos que as empresas há tantos anos aguardam. Temos que exigir que o Plano Estratégico avance».

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com