porto de leixões eixo

Associação Eixo Atlântico do Nordeste Peninsular defende Terminal Ferro-portuário em Leixões

Marítimo, Terrestre Comentários fechados em Associação Eixo Atlântico do Nordeste Peninsular defende Terminal Ferro-portuário em Leixões 577
Tempo de Leitura: 2 minutos

Segundo dá conta a Agência Lusa, foi hoje apresentado ao ministro do Planeamento e Infra-estruturas, Pedro Marques, o relatório intitulado ‘Segundo pacote de infraestruturas do Eixo Atlântico’ onde são apresentados vários objectivos urgentes para que seja possível  alcançar «indicadores que permitam reposicionar as autoridades portuárias e a sua envolvente económico territorial em situação mais vantajosa do que a actual».



No relatório, apresentado pelo Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, uma associação transfronteiriça composta por 38 municípios do Norte de Portugal e da Galiza, é apontado como grande objectivo estratégico para o Porto de Leixões a ampliação do cais para contentores, o que pressupõe investimentos na acessibilidade marítima e na dragagem do porto.

Crescimento contínuo do tráfego de contentores exige reforço de operações

A associação indica que, face ao crescimento contínuo do tráfego de contentores, «terão que ser reforçadas as operações dos Terminais de Contentores» bem como construído «um terminal ferro-portuário», sendo também necessário proceder à aquisição e renovação de equipamentos para movimentação de contentores.

Outra das medidas considerada urgente passa pela substituição de guindastes considerados «obsoletos», o desenvolvimento de uma plataforma logística capaz de fixar os agentes de logística, a melhoria das condições de navegação do Douro, aumento a capacidade de tráfego e a reformulação do porto de pesca de Matosinhos, a fim de facilitar tarefas de armazenamento e comercialização do pescado.

Propostas também para o Porto de Viana do Castelo

Já para o Porto de Viana do Castelo, as estratégias defendidas para o aumento da competitividade passam pela melhoria do canal de acesso, o que pressupõe melhorar a acessibilidade marítima para permitir o acolhimento de navios de maior dimensão; a melhoria do acesso terrestre por meio de uma ligação à A28; e ainda o compromisso de promover a criação de uma fileira do sector da construção naval, com base no estaleiro actual.

Também para os  os portos da Corunha, Ferrol, Marín, Vigo e Vilagarcía são apresentados vários objectivos de acção imediata.

O documento intitulado ‘Segundo pacote de infraestruturas do Eixo Atlântico’ enquadra-se dentro da actividade da Agenda Urbana do Eixo Atlântico do projecto MC2, cofinanciado pelo INTERREG V A Espanha – Portugal (POCTEP).



Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com