avião aeroporto

Associações expressam «profundas preocupações» com novas restrições ao tráfego aéreo

Aéreo Comentários fechados em Associações expressam «profundas preocupações» com novas restrições ao tráfego aéreo 250
Tempo de Leitura: 2 minutos

Associações representativas das companhias aéreas europeias vincaram ter «profundas preocupações» devido às restrições aplicadas por alguns Estados-membros aos voos na União Europeia (UE) e no espaço Schengen, antevendo sérios impactos na retoma do tráfego aéreo no pós-pandemia.

controlo aereo aviao itec«Enquanto associações comerciais representativas dos aeroportos e companhias aéreas europeias, escrevemos para expressar as nossas mais profundas preocupações sobre a reintrodução de restrições de viagem em partes da área que compreende a UE/Schengen e o Reino Unido», declararam as 3 maiores associações representativas da aviação europeia (IATA, A4E e ACI), em carta destinada aos chefes de Governo e ministros europeus dos Transportes, da Saúde e dos Assuntos Internos. A missiva espelha a preocupação com novas políticas de contracção.

Na carta, a assinada pela Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA), a Companhias Aéreas para a Europa (A4E) e o Conselho Internacional de Aeroportos (ACI) e divulgada à imprensa em Bruxelas, as associações lamentam que, após o levantamento em Junho das restrições aos voos, tenham sido «reimpostas restrições de viagem» na UE e no espaço Schengen. Para as entidades, estas acções «não são coerentes» com as orientações do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e da Organização Mundial de Saúde (OMS), que já vieram deliberar que as limitações ao movimento aéreo «não representam uma forma eficiente de reduzir as transmissões».

«Observamos que estas restrições são de âmbito e conteúdo diferentes e foram também estabelecidas com base noutros critérios”, situação que está a “prejudicar a confiança dos consumidores nas viagens aéreas», frisam as entidades. Além disso, «implementadas no auge da época alta de verão para as indústrias do turismo e viagens, estas restrições estão a atrasar a recuperação do tráfego aéreo e o restabelecimento da conectividade aérea», além de “afectarem gravemente a economia europeia». Assim, exigem «esforços urgentes» por banda dos Estados-membros com vista a «coordenar eficazmente e alinhar respostas à evolução da situação epidemiológica a nível da UE e em estreita cooperação com o Reino Unido».

Com Lusa

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com