Autoeuropa preparada para «mitigar os impactos da greve» do próximo dia 12 de Agosto

Logística, Veículos Comentários fechados em Autoeuropa preparada para «mitigar os impactos da greve» do próximo dia 12 de Agosto 333
Tempo de Leitura: 1 minutos

O fantasma da paralisação dos motoristas de matérias perigosas (aos quais se juntarão os motoristas afectos ao sindicato SIMM) paira sobre a cabeça de vários sectores industriais em Portugal: a Autoeuropa, uma das fábricas mais relevantes do país e um dos catalisadores da exportação lusa, já garantiu ter planos para enfrentar os desafios causados pela greve, marcada para o dia 12 de Agosto.

Autoeuropa preparada para a greve de 12 de Agosto

De acordo com o ‘DN’ e o ‘Dinheiro Vivo’, a fábrica já tem planos de contingência para lidar com a crise energética que poderá ser originada pela greve, isto mesmo sabendo que apenas retomará a produção no dia 19 de Agosto. «Temos um plano de contingência para mitigar os impactos da greve, mas estamos preparados para qualquer eventualidade», adiantou, ao ‘Dinheiro Vivo’, fonte oficial da fábrica.

O plano, avança a publicação, foi criado mesmo tendo em conta o facto de a unidade de Palmela se encontrar fechada desde 23 de Julho. Os efeitos nocivos da greve também serão minimizados porque uma grande parte das peças dos fornecedores da Autoeuropa «vem do estrangeiro», frisou, ao ‘Dinheiro Vivo’, Daniel Bernardino, coordenador das comissões de trabalhadores do parque industrial.

Para que a linha de produção da Autoeuropa seja minimamente afectada pelo protesto dos motoristas “é preciso que ainda haja greve nos dias 15 ou 16 de Agosto”, acrescenta. Mesmo que a greve se prolongue, a Autoeuropa terá capacidade para armazenar no parque interno os milhares de veículos que irão sair da linha de montagem de Palmela.

 

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com