Bancas: mais e maiores navios procuram os serviços oferecidos pelo Porto de Lisboa

Marítimo Comentários fechados em Bancas: mais e maiores navios procuram os serviços oferecidos pelo Porto de Lisboa 469
Tempo de Leitura: 1 minutos

O Porto de Lisboa continua a dar mostras do seu processo de crescimento no segmento do abastecimento de combustível a embarcações – uma matéria que à qual a Revista Cargo já havia dado relevo durante o arranque de 2018. Este dinamismo nas bancas, recordamos, vem-se exponenciando desde o ano de 2012.

«Por certo não terá passado despercebido a quem circula pela zona de Belém, diversos navios ancorados, entre o Terminal de Granéis Alimentares de Palença e o Terminal de Líquidos da Banática, no fundeadouro central do Porto de Lisboa», enfatizou a APL nas redes sociais, assim ilustrando o sucesso no segmento.

«Os navios entrados em porto exclusivamente para bancas têm crescido, não só em número, como também em comprimento e Gross Tonnage [arqueação bruta]», informou o Porto de Lisboa, indicando que os navios de maior porte, provenientes das grandes rotas entre a América do Norte e a Europa e a Europa do Norte e a Europa do Sul e África, optam cada vez mais «pelas condições naturais e incentivos comerciais do Porto de Lisboa, porto de abrigo (24 horas x 365 dias) para este tipo de escalas técnicas».

Recorde-se que em finais de Novembro do ano transacto, a Revista Cargo deu destaque a outro ponto alto no que se refere a bancas no porto lisboeta: o navio tanque de gás liquefeito intitulado ‘Stena Blue Sky’, agenciado pela Navex, procurou o porto da capital para o abastecimento de combustível ao largo (bancas).

À data, a APL reagiu, declarando que «a estratégia do Porto de Lisboa no aumento de escalas de navios para o fornecimento de exclusivo de bancas tem registado uma evolução bastante positiva nos últimos anos».

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com