Barómetro APAT: «Incerteza fiscal» é a preocupação que mais tira o sono aos transitários lusos

Empresas, Logística Comentários fechados em Barómetro APAT: «Incerteza fiscal» é a preocupação que mais tira o sono aos transitários lusos 277
Tempo de Leitura: 2 minutos

A segunda edição do Barómetro da Associação de Transitários de Portugal (APAT) foi lançada esta semana e visou entender de que forma os parâmetros ‘aumento dos impostos’, ‘incerteza fiscal’, ‘aumento do preços dos combustíveis’, ‘aumento do custo de outras matérias-primas’, ‘nova legislação mais restritiva’, ‘falta de mão-de-obra’, ‘evolução da economia’ e ‘aumento da concorrência’, impactam os seus associados.

Ora, de acordo com a auscultação da APAT, as acções do Governo são aquelas que mais tiram o sono aos participantes do estudo, sendo que 62% dos inquiridos mencionam que ‘dormem mal’ devido à incerteza fiscal. No topo das preocupações que ‘tiram o sono’ estão também ‘a falta de mão-de-obra’ e o ‘aumento do preço dos combustíveis’, sendo ambos factores relevantes sobretudo para os associados que utilizam o transporte rodoviário.

Quando analisado o factor ‘legislação mais restritiva’, percebeu-se que o mesmo tem um maior impacto nos transitários que utilizam, de forma primacial, o transporte marítimo, reporta o estudo da APAT, que conclui que a «confiança no desenvolvimento da economia poderá estar a ser minada pela incerteza fiscal, que por sua vez está fortemente correlacionada com o aumento de impostos e um aumento do preço dos combustíveis e das matérias-primas». Os dados, frisa, «ajudam a explicar os resultados do primeiro barómetro, em que a maioria dos participantes afirmou que iria diminuir ou manter os seus investimentos para o próximo ano».

Recorde-se que o inaugural ‘Barómetro APAT’ contou com 123 respostas válidas, recolhidas nos dois primeiros meses de 2019. A segunda edição teve um total de 85 respostas válidas, recolhidas entre 11 e 15 de Julho.  A avaliação de cada um dos pontos foi feita em função do seu impacto na qualidade do sono dos participantes. Para cada questão em análise, os participantes tinham cinco opções de resposta: ‘perco totalmente o sono’, ‘durmo mal’, ‘durmo OK’, ‘durmo muito bem’ ou ‘durmo que nem um anjo’. Além dos factores em análise, os associados inquiridos puderam apontar outros dois assuntos considerados relevantes para a sua actividade.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com