Beta-i e Fórum Oceano abrem ‘open call global’ para acelerar 80 startups em portos atlânticos

Marítimo Comentários fechados em Beta-i e Fórum Oceano abrem ‘open call global’ para acelerar 80 startups em portos atlânticos 178
Tempo de Leitura: 2 minutos

O projecto ‘Atlantic Smart Ports Blue Acceleration Network’, liderado pela consultora de inovação Betai e coliderado pela Fórum Oceano, entidade responsável pela gestão do Cluster do Mar Português, está à procura das startups europeias mais inovadoras na área do Economia do Mar, para se juntarem ao seu programa de aceleração. As 80 startups seleccionadas terão a oportunidade de participar num programa gratuito e customizado, que visa impulsionar os seus negócios e fomentar a colaboração no seio do ecossistema europeu de inovação dos Portos Atlânticos.

Na prática, o programa de aceleração vai alavancar o desenvolvimento das soluções e dos modelos de negócio selecionados, fomentando a colaboração entre as startups e as dezenas de portos envolvidos no projecto. A iniciativa é composta por workshops semanais sobre temas relacionados com a adequação da solução ao mercado, a colaboração no âmbito da Economia Azul, Métricas, Implementação e Escala, entre outros, bem como por sessões de mentoria com especialistas. A cada dois meses, será organizada uma sessão de pitch, onde startups poderão também apresentar a sua solução a investidores, portos e stakeholders relevantes europeus e norteamericanos da rede AspBAN, que conta com mais de 135 parceiros.

Este programa pretende reforçar e promover a inovação no ecossistema azul europeu, com um claro enfoque na sustentabilidade. Como tal, as candidaturas estão abertas a startups de todo o mundo que sejam capazes de implementar soluções sustentáveis nos países abrangidos pelo projecto AspBAN (Portugal, Espanha, França, Irlanda), que tenham já um protótipo inicial e estejam prontas para angariar investimento.

Ana Pinela (Beta-i): «Estamos à procura de startups inovadoras»

«O programa de serviços de aceleração vai levar as startups a uma imersão profunda no ecossistema europeu de inovação dos Portos do Atlântico. Implicará a partilha de conhecimentos específicos, aproximando startups e investidores. Além disso, permitirá às startups ligaremse a outras scaleups e PMEs no universo dos Portos do Atlântico», explica Ana Pinela, coordenadora do projecto na consultora de inovação Betai.

«Estamos à procura de startups inovadoras, cujas soluções possam contribuir para impulsionar a digitalização e melhorar a eficiência operacional, a transição verde e o impacto positivo na obtenção de métricas de sustentabilidade dos portos atlânticos. Ao mesmo tempo, queremos que contribuam para a criação de novas empresas para trabalharem em conjunto com os portos , uma vez que o AspBAN visa dar início a um ecossistema dinâmico de aceleração de startups, onde os portos atlânticos da UE funcionarão como hubs de inovação de economia azul», acrescentou Ana Pinela, revelando que mais de 35 Portos do Atlântico, estimulados pelos parceiros do projecto AspBAN, já identificaram os principais desafios de inovação.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com