BIMCO sugere limitação da potência dos motores dos navios no combate às emissões poluentes

Marítimo Comentários fechados em BIMCO sugere limitação da potência dos motores dos navios no combate às emissões poluentes 258
Tempo de Leitura: 2 minutos

A luta contra as emissões poluentes do Shipping prossegue, e, na antecâmara das novas regulamentações de enxofre da Organização Marítima Internacional (IMO), o Conselho Marítimo Internacional e do Báltico (BIMCO) veio a terreiro sugerir novas metodologias e práticas que poderão ser eficazes no combate à poluição provocada pelos navios comerciais: uma das sugestões é a limitação da potência dos motores das embarcações.

Para a BIMCO, limitar, à partida, a potência dos motores dos navios, poderá ser mais fácil de controlar do que a tão propalada redução de velocidade (chamada de slow steaming, tida como uma das armas contra o aumento das emissões). Além disso, o controlo da potência dos motores impediria, desde logo, os navios de ultrapassarem certos limites, sendo assim a supervisão da medida uma tarefa mais acessível.

Embora a velocidade dos navios seja, supostamente, uma das variáveis ​​mais importantes na redução de suas emissões (há quem argumente contra esta indicação), existem diferentes pontos de vista sobre as medidas que são preferíveis aplicar para alcançar esse objectivo, lembra a BIMCO, frisando que a medição da velocidade dos navios nem sempre é uma tarefa muito precisa, para a BIMCO, outras fórmulas devem ser investigadas.

Para esse organismo, limitar a potência dos motores dos navios pode ser mais fácil de controlar, tendo, ao mesmo tempo, uma estreita relação com a velocidade máxima permitida pelo equipamento. A BIMCO recomenda estabelecer um limite para cada sector de transporte marítimo tendo por base o desempenho médio de um navio à sua correspondente velocidade habitual. A proposta do organismo será apresentada oficialmente entre 11 e 15 de Outubro, na reunião do grupo de trabalho para a redução das emissões de gases de efeito estufa da IMO.

Recorde-se que grandes transformações ocorrerão no seio do Shipping já em 2020: a nova regulamentação sobre o limite máximo de enxofre presente nos combustíveis marítimos entra em vigor no primeiro dia do ano que vem, forçando as companhias marítimas a optarem soluções como os scrubbers, o GNL ou os combustíveis com muito baixo teor de enxofre (very low sulphur fuel oil).

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com