Brexit: empresas enfrentam fantasma da disrupção comercial, alerta a Freight Transport Association

Logística Comentários fechados em Brexit: empresas enfrentam fantasma da disrupção comercial, alerta a Freight Transport Association 282
Tempo de Leitura: 2 minutos

Novos ecos do intrincado Brexit: a Freight Transport Association (FTA) requisitou ao Executivo britânico que garanta que o acordo final do processo de cisão entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) permitirá às empresas de ambos os lados do canal continuarem a efectuar as suas transacções comerciais de forma livre.



«O tempo para conversas está definitivamente acabado», atirou James Hookham, vice-presidente-executivo da FTA, associação que representa mais de 13 mil empresas, ligados ao transporte aéreo, ferroviário, rodoviário e marítimo.

Freight Transport Association pede «plano de acção» para um Brexit eficiente

«As empresas precisam urgentemente de um plano de acção que descreva como um Brexit suave e eficiente poderá ser alcançado, sem a constante dissimulação política e luta de poder que têm dominado os últimos dias», acrescentou.«Agora é a hora para movimentos positivos que permitam que as empresas de logística planeiem e se preparem para a adaptação de sucesso às novas condições comerciais após Março de 2019».

A FTA deixou o apelo mesmo antes da publicação, durante a presente semana, do White Paper (documento oficial publicado por um governo, a fim de servir de guia sobre um determinada problemática) relativo ao Brexit. Recorde-se que o complexo processo que tem dividido o Reino Unido e já custou a renúncia do Secretário das Relações Exteriores Boris Johnson e do Secretário do Brexit, David Davis.

Fantasma da disrupção comercial continua a pairar sobre as empresas

A associação pretende que todas as partes envolvidas materializem um acordo final que torne possível que as empresas britânicas continuem a comercializar produtos eficientemente com seus parceiros continentais após a cisão entre o Reino Unido e a UE.

«Apesar do tema continuar quente nestas últimas semanas, a verdade é que as empresas continuam a enfrentar o risco de um cenário altamente disruptivo, que poderá destruir a eficiente cadeia de abastecimento entre o Reino Unido e a Europa, que mantém as nossas lojas e as nossas empresas a funcionar», afirmou Hookham.

O vice-presidente-executivo da FTA deixou ainda um último pedido: «Os políticos devem fornecer às empresas um White Paper viável que permita planos positivos, no sentido de proteger o comércio e os milhões de empregos envolvidos nesta indústria logística até agora eficiente».



Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com