navio rebocadores cargofive

Bruno Silva (Navex) e importância das operações de substituição de tripulação: «Prioridade são as pessoas»

Marítimo Comentários fechados em Bruno Silva (Navex) e importância das operações de substituição de tripulação: «Prioridade são as pessoas» 510
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em sintonia com o Ministério da Economia Marítima, Ministério do Turismo e Transportes, Ministério da Defesa e IMP, a Navex Cabo Verde encontra-se a liderar uma grande operação de substituição de tripulação do armador SMT Shipping (embarcada desde Fevereiro e em 6 navios), ao largo da Guiné Conacri. A operação, realçou Bruno Silva, director-geral da Navex Cabo Verde, reflecte que «a prioridade são as pessoas».

Sinergia alargada com prioridade para o factor humano, realçou Bruno Silva

«Como em qualquer organização a prioridade são as pessoas, o seu bem-estar e a sua segurança e a necessidade de promover uma operação desta amplitude não teria outra razão que não esta», comentou Bruno Silva, Director-Geral da Navex Cabo Verde, ao abordar a operação que se iniciou no dia 1 de Julho e decorrerá até ao dia 6. «Numa altura de instabilidade que se vive a nível mundial, reconhecer o trabalho e dedicação destes tripulantes é fundamental», salientou o responsável, através de um comunicado emitido pelo Grupo ETE, que detém a Navex.

«Dar-lhes uma oportunidade de regressarem a casa e por isso fazer tudo o que está ao nosso alcance, faz também parte daquela que é a nossa missão e valores. Unirmos sinergias entre variadas entidades públicas e privadas para poder oferecer uma solução a este armador e em segurança conseguirmos realizar esta operação de substituição de tripulantes, é para a nossa empresa bastante gratificante. Além de que, sendo a NAVEX Cabo Verde uma empresa de direito cabo-verdiano, estamos também directamente a contribuir para o posicionamento do país na resolução de um tema que é preocupante a nível mundial, demonstrando inequivocamente as suas capacidades», reforçou Bruno Silva.

Operação liderada pelo know-how da Navex

A operação, tal como a Revista Cargo explicou aqui, tem como missão a substituição de cerca de 90 tripulantes, que, devido à pandemia de COVID-19 e restrições implementadas, se encontram ‘presos’ nos navios (uma problemática humanitária para a qual vários organismos internacionais têm alertado). O processo, explicou, «é um reflexo da realidade que vivemos, mas acima de tudo do compromisso que como cidadãos, assumimos perante uma situação de pandemia. Cabe-nos o dever de cumprir com as nossas responsabilidades que passam acima de tudo por responder com o mesmo compromisso, rigor, dedicação e profissionalismo aos nossos clientes e parceiros».

«Uma resposta eficiente como a que destacamos numa operação desta dimensão, perante a actual conjuntura, só é possível pela nossa experiência e know-how – mais de 16 anos a agenciar navios em Cabo Verde e mais de 50 a nível internacional – mas acima de tudo pelas equipas especializadas que estão na “linha da frente” e que diariamente, de forma global, se coordenam entre si para que tudo funcione», rematou Bruno Silva.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com