ZILS aicep Global Parques

Câmara de Sines investirá 7,5 milhões na qualificação e expansão de Zona Industrial Ligeira

Empresas, Logística Comentários fechados em Câmara de Sines investirá 7,5 milhões na qualificação e expansão de Zona Industrial Ligeira 284
Tempo de Leitura: 2 minutos

À Lusa, o presidente, Nuno Mascarenhas, revelou hoje que a Câmara de Sines prepara-se para investir 7,5 milhões de euros na qualificação e expansão da Zona Industrial Ligeira (ZIL) 2, através da construção de novos lotes e, assim, dar resposta à crescente procura dos investidores. As obras vão ser financiadas por auxílios comunitários, no âmbito de duas candidaturas apresentadas pela autarquia ao programa Alentejo 2020.

Operações «vêm criar melhores condições às empresas que já estão instaladas nesta Zona de Indústria Ligeira»

«Estas duas operações respondem não só a uma necessidade que temos há alguns anos como também vêm criar melhores condições às empresas que já estão instaladas nesta Zona de Indústria Ligeira», afirmou Nuno Mascarenhas à Lusa. A empreitada da qualificação da ZIL 2 (avaliada em 6 milhões de euros) visa incrementar as zonas nas quais estão instaladas «as principais PME’s com actividades económicas ligadas ao complexo industrial e ao Porto de Sines», detalhou o autarca.

Na ZIL 2, explicou Nuno Mascarenhas, «a intervenção consiste na qualificação de arruamentos, com melhoria do pavimento, passeios, infra-estruturas de transportes colectivos e construção de estacionamentos destinados a veículos pesados e ligeiros». O autarca recordou que a ZIL 2 tem sentido um «crescimento muito interessante» em anos recentes, apesar da degradação de algumas vias, devido ao efeito do «movimento diário de veículos pesados», afiançando que já estão a ser planeados «concursos para fazer uma manutenção maior nas vias».

Mais 43 lotes industriais em vista

Já a segunda candidatura diz respeito à ampliação da zona nascente da ZIL 2, no valor de 1,5 milhões de euros, abrindo assim a porta para a edificação de «43 novos lotes industriais», numa área de cerca de 81 mil metros quadrados, com o objectivo de «acolher novos investimentos». Uma resposta à procura, um acenar positivo às empresas que buscam «instalar-se no concelho», disse Mascarenhas. «Temos de dar resposta e este investimento há muito que é necessário, tendo em conta os projectos previstos para esta região», afirmou.

«Constante procura» na ZIL 2

A «constante procura» de que a ZIL 2 é alvo força a esta solução, como ilustrou o autarca: «Ainda esta semana estivemos reunidos com os responsáveis da empresa que irá construir o futuro cabo submarino entre Sines e o Brasil, que está interessada em lotes para construir um edifício na Zona de Indústria Ligeira», revelou. Segundo o município de Sines, a operação de expansão e construção de novos lotes, vai «contribuir para a criação de 430 postos de trabalho».

 

 

 

 

 

 

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com