Carga aérea volta a perder fulgor (-3,4%) durante o mês de Maio, reporta a IATA

Aéreo Comentários fechados em Carga aérea volta a perder fulgor (-3,4%) durante o mês de Maio, reporta a IATA 243
Tempo de Leitura: 1 minutos

Prossegue a dinâmica de perda de fulgor no âmago da carga aérea mundial: de acordo com os dados mais recentes da IATA, os volumes da carga aérea continuaram a descer em Maio (-3,4%), dando sequência à descida já registada durante o mês de Abril.

Tensões entre EUA e China forçam carga aérea a voos rasantes

A acompanhar a descida de -3,4% está, em sentido inverso, a subida de +1,3% ao ano no que toca à capacidade de carga, comportamento contrário ao aumento da procura pelo décimo terceiro mês consecutivo. Segundo a IATA, as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China continuam a pautar a evolução do comércio mundial, embora as tensões tenham diminuído na última reunião do G-7, realizada no Japão. No entanto, para a instituição, mesmo que a desconfiança mútua seja superada, levará algum tempo para que se recupere uma taxa de crescimento constante.

O mercado da Ásia-Pacífico caiu -6,4% ao ano em Maio, enquanto a capacidade de carga aumentou +0,3%. O mercado norte-americano registou uma subida de +1,6% na procura e um crescimento de +1,4% na capacidade. Na Europa, a procura por carga aérea encurtou -0,2% em Maio, enquanto a capacidade aumentou +2,5%. Na América do Sul os volumes transportados aumentaram 1+,7% e a capacidade +6,6%. No Oriente Médio, a procura recuou -6,9% e a capacidade -1,6%. Em África, a carga aérea aumentou +8%, assim como a capacidade, que aumentou +13,4%.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com