ferrovia comissao europeia

Carta a Adina Valean: subscritores lusos alertam para «sistemático atraso em adoptar bitola europeia»

Terrestre Comentários fechados em Carta a Adina Valean: subscritores lusos alertam para «sistemático atraso em adoptar bitola europeia» 345
Tempo de Leitura: 2 minutos

Um grupo de especialistas lusos enviou à Comissária dos Transportes da UE, Adina Valean, uma carta na qual alerta para o perigo de Portugal se tornar uma «ilha ferroviária» – a preocupação, denota a carta, vai ao encontro das recentes palavras da comissária romena, que já demonstrou apreensão com o cenário de algumas regiões periféricas ficarem de fora da reforma do novo TEN-T, exponenciando desequilíbrios socio-económicos.

Carta alerta Valean: Portugal corre o perigo de se tornar uma «ilha ferroviária»

Adina Valean

Adina Valean

Os 29 subscritores escreveram a carta, no contexto da situação da consulta pública do novo TEN-T (Trans-European Transport Network), e alertaram Valean para o «risco» de afastamento de Portugal da rede core – tudo por causa da bitola. «Queremos alertá-la para o risco de isso acontecer em Portugal, país periférico que tende a tornar-se uma ilha ferroviária na Europa, devido ao sistemático atraso em adoptar a bitola europeia (1.435 mm) nas suas linhas internacionais», lê-se no documento, assinado por figuras como o antigo ministro da Indústria, Luís Mira Amaral.

A discussão da bitola é antiga e continua a fazer divergir opiniões: para os subscritores da carta, é imperativo e urgente a adopção da bitola europeia, em detrimento da bitola ibérica. Sem esta adaptação, frisam os subscritores, o país ficará privado de vias terrestres competitivas para o transporte de mercadorias «de e para a maior parte da União Europeia», prejudicando assim a competitividade na operação ferroviária internacional, e «relegando Portugal para uma situação de monopólio ferroviário, como defende o Governo português».

Os subscritores esperam que o novo TEN-T seja aproveitado para «impulsionar uma transformação» na infra-estrutura ferroviária lusa «no sentido da sua integração plena nas redes europeias». Entre os signatários encontram-se o empresário Henrique Neto, o ex-secretário de Estado da Justiça João Luís Mota Campos, o presidente da Associação Empresarial de Portugal, Luís Miguel Ribeiro, bem como o presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques, e o professor do Instituto Superior de Economia e Gestão José Augusto Felício.

Com Jornal de Negócios e Lusa

EP-Adina Valean 043599A_Euranet_Negrescu

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com