China e Panamá assinam acordo de cooperação no âmbito do transporte marítimo

Marítimo Comentários fechados em China e Panamá assinam acordo de cooperação no âmbito do transporte marítimo 329
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Panamá e a República Popular da China estreitaram relações diplomáticas e comerciais ao assinarem um acordo no âmbito do transporte marítimo – a assinatura do documento contou com a presença do presidente chinês Xi Jiping e do seu homólogo panamiano Juan Carlos Varela, que efectuou a primeira visita a solo chinês de um representante máximo do Executivo do Panamá.



«Cooperação» no transporte de mercadorias e passageiros entre China e Panamá

Após terem estabelecido relações diplomáticas em Junho passado, os dois países encetaram conversações para implementar uma parceria que permita «melhorar a cooperação e o desenvolvimento do tráfego marítimo entre os dois países, facilitando o transporte de mercadorias e de passageiros», como atestou Jorge Bakarat, ministro dos Assuntos Marítimos do Panamá, também ele presente na cerimónia de assinatura.

Jorge Bakarat, que agrega também o cargo de presidente da Autoridade Marítima do Panamá e do Registo de Navios do Panamá, afirmou que o acordo ajudará a «promover o desenvolvimento marítimo e portuário do Panamá e da China, reforçando o Registo de Navios panamiano e dando suporte à Autoridade Marítima Chinesa em matérias de segurança no que toca a navios com bandeira do Panamá que naveguem nas suas águas».

Menores custos portuários para navios de bandeira panamiana

«É o início de uma cooperação frutífera para os sectores marítimos da China e do Panamá que beneficiarão mutuamente desse acordo, uma vez que este abre uma nova era para o nosso Registo», acrescentou Bakarat. O acordo possibilitará aos navios de bandeira panamiana menores custos portuários aplicáveis a outros Estados que tenham acordos similares com a China; inclui ainda a transferência de conhecimento, documentação de navios e tripulações a bordo de navios panamianos.

O Panamá poderá inscrever companhias de navegação, navios de propriedade chinesa e serviços de títulos de hipotecas e imóveis da Marinha nas principais cidades chinesas, já que o país ficará qualificado para estabelecer escritórios na China destinados ao controlo da segurança marítima e da navegação dos seus navios.



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com