CMA CGM celebrou a entrega do primeiro ULCV – de 23 mil TEU – movido a GNL

Marítimo Comentários fechados em CMA CGM celebrou a entrega do primeiro ULCV – de 23 mil TEU – movido a GNL 480
Tempo de Leitura: 2 minutos

A transportadora marítima francesa CMA CGM lançou nos mares o seu primeiro navio porta-contentores de 23 mil TEU, alimentado a gás natural liquefeito (GNL). Este Ultra Large Containership Vessel (ULCV) é o primeiro de uma série de inovadores navios que materializam a aposta da operadora marítima na sustentabilidade ambiental, à luz da nova regulamentação da IMO, que entra em vigor a dia 1 de Janeiro de 2020.

CMA CGM aposta no GNL para respeitar legislação da IMO

Através de um comunicado publicado na rede social Twitter, o presidente e CEO da CMA CGM, Rudolphe Saade, enalteceu a chegada do novo ULCV, intitulado ‘Jacques Saade’: «Com o lançamento do primeiro navio de 23.000 TEU movido a gás natural liquefeito, demonstramos que a transição energética pode ser efectivamente bem-sucedida na nossa indústria, se todos os participantes trabalharem juntos», escreveu Saade.

Na visão do líder da transportadora marítima de contentores, este passo «abre o caminho para uma abordagem global do transporte marítimo, em que o crescimento económico e a competitividade podem coexistir com a sustentabilidade e a luta contra as mudanças climáticas». Na antecâmara da entrada em vigor de um novo paradigma de sustentabilidade no sector, a CMA CGM vinca assim a sua aposta nas potencialidades do GNL.

Para respeitar a nova legislação da IMO (relativa à quantidade de enxofre presente no combustível utilizado pelos navios, que baixou para os 0,5%) a CMA CGM apostou fortemente nas virtudes do GNL, encomendando nove navios, cada um munido com uma capacidade de 23 mil TEU: todos os navios serão implantados no comércio da Ásia-Europa, adiantou a companhia marítima recentemente.

Na semana passada, Mathieu Girardin, vice-presidente da CMA CGM, reforçou a aposta da companhia no GNL, dizendo, na conferência Global Liner Shipping Asia, realizada em Singapura, que o GNL é, para a transportadora, «a energia do futuro para o transporte marítimo».

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com