Lídia Sequeira

Lídia Sequeira considera COMPETE 2020 «fundamental» na melhoria dos acessos marítimos ao Porto de Setúbal

Marítimo Comentários fechados em Lídia Sequeira considera COMPETE 2020 «fundamental» na melhoria dos acessos marítimos ao Porto de Setúbal 607
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Porto de Setúbal está em destaque no site oficial do programa COMPETE 2020 – descrito como um porto que detém «um papel importante no comércio externo de Portugal», com forte veia «exportadora», a infra-estrutura portuária sadina terá, com projecto de Melhoria dos Acessos Marítimos, a possibilidade de receber «navios com maiores dimensões», algo que «constitui um elemento chave da competitividade e internacionalização da produção nacional», escreve Cátia Pinto Silva.



O projecto de Melhoria dos Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal conta com o co-financiamento do COMPETE 2020, tendo como objectivo «adaptar o acesso marítimo aos principais terminais de movimentação de mercadorias do porto de Setúbal ao aumento da procura de tráfego contentorizado, tendo em conta a evolução qualitativa e quantitativa dos navios e suas exigências em termos de segurança e desempenho operacional». Através de dragagens de aprofundamento nos canais de navegação, o projecto permitirá «a entrada de navios de maiores dimensões, tecnologicamente mais eficientes e integrados em linhas regulares».

COMPETE 2020 é de «importância fundamental» para a realização das dragagens de aprofundamento no porto

«O apoio do COMPETE 2020 ao Projecto de Melhoria dos Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal reveste-se de uma importância fundamental para a realização dos trabalhos de dragagens de aprofundamento no porto, dotando-o de fundos de -15 metros (ZH) no Canal da Barra e -13,5 metros (ZH) no Canal Norte,  e correspondente monitorização ambiental», declarou Lídia Sequeira, Presidente do Conselho de Administração da APSS, ao COMPETE 2020.

«Trata-se de uma intervenção que visa colmatar os constrangimentos actualmente existentes ao nível dos acessos marítimos ao porto de Setúbal, permitindo a recepção de navios de maior dimensão e tecnologicamente mais eficientes, tendo como finalidade o aumento de competitividade das indústrias importadoras e exportadoras de matérias-primas e produtos finais, abrindo oportunidade de explorarem novas ligações marítimas regulares a outros mercados», acrescentou Lídia Sequeira ao COMPETE 2020.

Recorde-se que o programa COMPETE 2020 mobiliza os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento para o período 2014-20 no âmbito do domínio ‘Competitividade e Internacionalização’ do Portugal 2020, tendo como propósito a contribuição «para a criação de uma economia mais competitiva, baseada em actividades intensivas em conhecimento, na aposta de bens e serviços transaccionáveis ou internacionalizáveis e no reforço da qualificação e da orientação exportadora das empresas p portuguesas, promovendo igualmente a redução de custos associada a uma maior eficiência dos serviços públicos e à melhoria dos transportes».



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com