obras Molhe Leste

Consignação da extensão do Molhe Leste dá tiro de partida para a expansão do Porto de Sines

Marítimo Comentários fechados em Consignação da extensão do Molhe Leste dá tiro de partida para a expansão do Porto de Sines 378
Tempo de Leitura: 2 minutos

Através da consignação do prolongamento do Molhe Leste, arrancam as tão esperadas obras de expansão do Porto de Sines que possibilitarão à infra-estrutura portuária – líder na movimentação de cargas em Portugal – duplicar a capacidade instalada de carga contentorizada. A obra referente ao prolongamento do Molhe Leste foi consignada à Conduril – Engenharia S.A, revelou esta tarde a APS.

Extensão do Molhe Leste consignada à Conduril

A empreitada, que implica um investimento de cerca de 72 milhões de euros, envolve a expansão do molhe em 750 metros, assim possibilitando o reforço da protecção da zona leste do porto alentejano, designadamente, no que respeita à próxima fase de expansão do Terminal de Contentores de Sines – Terminal XXI, sob a responsabilidade da concessionária PSA Sines.

Terminal XXI verá duplicada a sua capacidade instalada

Os trabalhos deverão estar finalizados no primeiro trimestre de 2023, adiantou a administração portuária. «O prolongamento desta infra-estrutura de protecção criará as condições ideais para a recepção, em simultâneo, de quatro dos maiores porta-contentores em operação no mundo, com 400 metros de comprimento fora-a-fora», detalhou a APS. Aquando da conclusão da empreitada, o Terminal XXI duplicará a sua capacidade instalada para 4.1 milhões de TEU (1 TEU = 1 contentor de 20 pés), «o que lhe permitirá projectar a sua posição no contexto internacional, melhorando o seu índice de conectividade aos principais mercados mundiais, numa oferta alargada», vincou a administração em comunicado.

Recorde-se que o aditamento ao contrato de concessão tendo em vista a adjudicação da expansão do Terminal XXI foi assinado no passado 12 de Outubro, (tal como a Revista Cargo noticiou oportunamente) traduzindo-se num investimento totalmente privado por parte da concessionária da ordem 661 milhões de euros. «Da nossa parte não haverá retrocessos e iremos continuar a investir», garantiu David Yang, director executivo regional da PSA para a Europa, após a assinatura do aditamento da concessão.

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com