tcl leixoes yilport marketing

Contentores descem -0,9% até Maio, com Leixões a fixar «a sua marca mais elevada de sempre»

Marítimo Comentários fechados em Contentores descem -0,9% até Maio, com Leixões a fixar «a sua marca mais elevada de sempre» 291
Tempo de Leitura: 1 minutos

De acordo com os dados revelados hoje pela AMT, relativamente ao período Janeiro-Maio de 2019, a movimentação de contentores nos portos lusos «contentores registou uma variação global negativa de -0,9% no volume de TEU movimentado (-10,6 mil TEU)».

Perturbações laborais atrasaram Sines; Leixões cresceu 12,1%

Segunda detalha a AMT no seu relatório, «este desempenho é explicado pelas perturbações laborais observadas em Sines, que resultaram em -40,8 mil TEU movimentados, e também pela variação negativa registada no porto de Lisboa, de -1,5%».

Ora, sublinha a AMT que «o efeito conjugado destes desempenhos anulou o comportamento positivo dos outros portos» – destaque, neste caso, para o desempenho positivo do Porto de Leixões, que registou um crescimento homólogo de 12,1%, «a sua marca mais elevada de sempre».

Sines: Transhipment desceu, tráfego de hinterland subiu

Explica a AMT que o «registo negativo verificado em Sines foi induzido exclusivamente pelo tráfego de transhipment, que representou 70,4% do movimento total do porto e caiu -16,1% para 451,4 mil TEU, porquanto o tráfego com o hinterland cresceu +31,6% para um volume superior a 190,1 mil TEU». Ainda neste segmento, destaque para a manutenção da liderança de Sines, que actualmente possui uma quota de 53,8%, seguindo-se Leixões (24,3%), Lisboa (15,9%), Setúbal (5,3%) e Figueira da Foz (0,8%).

 

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com