frança

Continental reforça segurança ao volante com interacção de gestos entre condutor e veículo

Terrestre Comentários fechados em Continental reforça segurança ao volante com interacção de gestos entre condutor e veículo 281
Tempo de Leitura: 2 minutos

A Continental está a contribuir activamente para o reforço da segurança nas estradas e, de forma a melhorar a comunicação não-verbal entre os condutores e os veículos, a desenvolveu uma gama de gestos de toque de fácil utilização.

Graças a uma combinação de interacção de gestos e de ecrãs tácteis, os condutores podem desenhar símbolos específicos e definidos no ecrã de entrada para desencadear instantaneamente uma variedade de funções e recursos de acesso rápido.

«A utilização de gestos e o controlo do sistema através de métodos tácteis permitem que os condutores possam aceder a controlos e funções muito mais depressa do que nos conceitos de controlo tradicionais que envolvem botões e interruptores. Mas ainda existe potencial para que os condutores se distraiam. Ao combinar ambos os elementos podemos reduzir significativamente os níveis de distracção do condutor em comparação com os métodos tradicionais», explica Heinz Abel, diretor de Soluções da Unidade de Negócios Instrumentation & Driver HMI.

Projecto Visão Zero Acidentes

A Continental salienta que o desenvolvimento deste sistema de apoio à condução segura é mais um exemplo da sua tecnologia ao serviço do projecto Visão Zero Acidentes. A empresa assumiu, como um dos seus grandes compromissos, a mobilidade sem acidentes. Este compromisso traduz-se no desenvolvimento de sistemas e soluções tecnológicas que tornem a mobilidade mais segura.

Com este novo sistema, os condutores podem activar a interacção táctil tocando no dispositivo com dois dedos. Quando a interacção por toque é activada, o condutor pode, por exemplo, usar dois dedos para desenhar o símbolo de um coração para ter acesso ao seu contacto favorito ou o símbolo de um telhado para dizer ao sistema de navegação para ir para casa.

«Para garantir que estes conceitos são aceites, é importante que os gestos usados sejam intuitivos e não tenham de ser especialmente aprendidos. Ao mesmo tempo, deverá ser possível desenhar sem que o condutor se distraia das tarefas de condução e os gestos devem ser fáceis de recordar. Os estudos desenvolvidos recentemente com utilizadores provam que fomos bem-sucedidos em ambos os casos», acrescenta o responsável da Continental.

Um estudo da Continental mostra que os gestos com dois dedos podem reduzir em cerca de um terço a duração do tempo necessário para obter as funções necessárias. Outro resultado mostra que, em comparação com os gestos em que só é utilizado um dedo, os gestos com dois dedos reduzem em 25% o esforço mental envolvido na operação.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com