COVID-19: Foco na «resiliência das cadeias logísticas» é favorável à ferrovia, diz Francisco Furtado

Logística, Terrestre Comentários fechados em COVID-19: Foco na «resiliência das cadeias logísticas» é favorável à ferrovia, diz Francisco Furtado 276
Tempo de Leitura: 2 minutos

Em declarações divulgadas pelo ‘Jornal Económico’, Francisco Furtado, especialista em Transportes e analista no Fórum Internacional do Transporte (ITF), analisou os efeitos imediatos da pandemia de COVID-19 no transporte ferroviário – para o autor da obra ‘‘A ferrovia em Portugal: Passado, presente e futuro‘, a crise «tem efeitos contraditórios» e os «impactos de longa duração são ainda incertos».

«A pandemia tem efeitos contraditórios e os seus impactos de longa duração são ainda incertos. No transporte de mercadorias, a maior atenção dada à resiliência das cadeias logísticas e um relaxar das tendências do just-in-time são favoráveis à ferrovia», observou Francisco Furtado, lembrando que «um comboio tripulado por duas pessoas faz o mesmo do que 40-50 camiões, o que do ponto de vista sanitário acarreta grandes vantagens».

COVID-19: a oportunidade para a Europa liderar a transição energética?

aragão interoperabilidadeAo abordar a temática da pandemia e dos seus efeitos na esfera do Transporte, o especialista português colocou ênfase na fase de recuperação económica pós-COVID-19 e os moldes nos quais tal estratégia poderá ser desenvolvida: «O factor que me parece mais decisivo será o tipo de incentivos à recuperação económica a ser adoptados. Irão os governos dos países europeus e a própria União Europeia aproveitar este momento para reforçar o Green Deal e a associada reconversão industrial que visa libertar o continente da dependência dos combustíveis fósseis? Será este o momento em que a Europa se assume como líder mundial nesta transição energética e no combate às alterações climáticas? Ou irá esta ambição ser preterida em prol da manutenção do status quo?», deixou no ar Francisco Furtado.

Apesar da mensagem global apontar para uma aposta concertada na vertente sustentável (muitas vezes reiterada pela presidente da Comissão Europeia), o especialista mostra-se expectante: «O discurso aponta para uma agenda que aposta na sustentabilidade, onde a ferrovia terá um papel de destaque na área da mobilidade e logística. Mas como sabemos, entre o discurso e a realidade por vezes há uma grande distância», finalizou.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com