cristina_aleixendri covid-19 descarbonização

COVID-19 poderá ser a «força motriz» para descarbonizar o transporte antes de 2050

Marítimo Comentários fechados em COVID-19 poderá ser a «força motriz» para descarbonizar o transporte antes de 2050 418
Tempo de Leitura: 2 minutos

A pandemia de COVID-19 poderá acabar por abrir novas (e inesperadas) oportunidades para o sector do transporte, argumentou recentemente Cristina Aleixendri, chief operational officer (COO) da empresa bound4blue, durante uma vídeo-conferência organizada pela SMM. Para Cristina Aleixendri, o novo coronavírus pode «ser a força motriz que nos permitirá atingir as metas de descarbonização antes do ano de 2050».

COVID-19: de pandemia a «oportunidade» para o Shipping?

Apesar das incontáveis consequências negativas da actual pandemia (e respectivas medidas de confinamento), tanto para a Saúde como para a Economia, a situação poderá ter alguns aspectos positivos que tocarão também a vida de todos nós, nomeadamente no que toca ao urgente processo de descarbonização do transporte de pessoas e mercadorias – uma meta que o mundo diz ter abraçado. Resta agora passar à acção, encontrando novas alternativas mais sustentáveis e ecológicas.

A start-up catalã tem vindo a fazer a sua parte, afiançou Cristina Aleixendri durante a vídeo-conferência da SMM – a bound4blue desenvolveu um sistema inteligente de navegação à vela  chamado Wingsail: trata-se de um sistema autónomo de asas dobráveis pode ser integrado numa ampla gama de embarcações.

O sistema inovador da bound4blue foi concebido como um sistema de propulsão complementar, que produz um impulso efectivo dos ventos existentes, reduzindo a necessária potência do motor principal, e, portanto, permitindo uma redução de até 40% no consumo de combustível e nas emissões de poluentes.

«As companhias de navegação podem economizar até 40% do combustível e das emissões associadas», acrescentou Aleixendri, para quem «o objectivo das tecnologias verdes e da digitalização é reduzir as emissões e os custos»: estas metas «devem ser rentáveis ​​desde o primeiro dia, sem subsídios» vincou. Para a COO da start-up bound4blue, a propulsão recorrendo ao vento é mesmo um dos grandes trunfos para a descarbonização.

Saiba mais sobre a tecnologia Wingsail da bound4blue:

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com