Porto de Aveiro ramal ferroviário

COVID: Associação Portuguesa de Empresas Ferroviárias preocupada com medidas do Governo

Terrestre Comentários fechados em COVID: Associação Portuguesa de Empresas Ferroviárias preocupada com medidas do Governo 296
Tempo de Leitura: 2 minutos

Através de um comunicado emitido esta Segunda-feira (dia 12 de Julho) Associação Portuguesa de Empresas Ferroviárias (APEF) veio vincular a sua preocupação pelo impacto operacional das medidas que foram tomadas pelo Conselho de Ministros do passado dia 8 de Julho.

«A entrada em vigor, com efeitos imediatos, de medidas que obrigam qualquer cidadão a ter de apresentar certificado digital ou teste negativo ao COVID-19 não teve em consideração as circunstâncias de certas actividades profissionais, como por exemplo as dos trabalhadores ferroviários, nomeadamente maquinistas e Agentes de Acompanhamento que, pela natureza da sua profissão, trabalham em horário contínuo na circulação de comboios, incluindo fins-de-semana», pode ler-se no comunicado da Associação Portuguesa de Empresas Ferroviárias.

ferroviaSegundo vinca a associação, as medidas «têm um impacto muito elevado na actividade dos associados da APEF, dado que grande parte das tripulações que se encontram em serviço necessitam de pernoitar cada dois ou três dias, bem como de recorrer a restaurantes de forma frequente». A associação não «coloca em causa a necessidade de medidas adicionais» no plano sanitário, mas vinca que deveria «ter sido acautelada a situação de quem necessita de recorrer a hotéis e restaurantes por razões de natureza profissional».

«A APEF não coloca em causa a necessidade de medidas adicionais para conter a pandemia, mas deveria , dado que estes trabalhadores ver-se-ão na situação de ter de efectuar testes várias vezes por semana, em qualquer ponto do país, sendo que será necessário incorrer em custos, que não estavam equacionados, e sem saber como proceder em diferentes zonas do país, dado que as próprias medidas, prevêem a necessidade de apresentação de testes para a frequência de restaurantes, dependente do estado de gravidade da pandemia nessa zona do país», rematou a associação.

Recorde-se que a APEF foi criada pelas empresas Medway e Takargo, no passado mês de Maio. A associação visa promover a cooperação e o intercâmbio de experiências entre Associados e defender o fortalecimento das condições estruturais favoráveis à utilização do transporte ferroviário de mercadorias. A actual direcção da APEF é constituída por Miguel Lisboa (Presidente), Miguel Rebelo de Sousa (Vice-Presidente e Director Executivo), e os Vice-Presidentes Carlos Vasconcelos, Álvaro Fonseca e Bruno Silva.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com