Brexit DB Schenker

DB Schenker forçada a suspender temporariamente serviços para o Reino Unido

Empresas, Logística Comentários fechados em DB Schenker forçada a suspender temporariamente serviços para o Reino Unido 356
Tempo de Leitura: 2 minutos

A DB Schenker revelou, em comunicado ao qual acedemos, que identificou «problemas relevantes relacionados com as novas formalidades aduaneiras a serem aplicadas aos envios entre a União Europeia e o Reino Unido como resultado do Brexit». Cerca de 90% dos documentos alfandegários apresentados para as encomendas da DB Schenker estão «incompletos e/ou contêm erros», adiantou a empresa.

«Uma equipa da DB Shenker especialmente capacitada para a gestão deste assunto está disponível 24 horas por dia para ajudar os clientes da empresa a preencher correctamente os documentos alfandegários exigidos». Remessas acompanhadas de «documentação incompleta ou errada atrasa o envio da remessa associada, uma vez que as mercadorias que não são devidamente declaradas não podem ser entregues nos seus destinos», detalhou, vincando ter «pessoal dedicado há mais de um ano» para «gerir eficazmente o aumento da carga de trabalho associada ao Brexit».

hard brexitEstes colaboradores são responsáveis por apoiar as correcções e produzir documentos aduaneiros que satisfaçam todos os requisitos. «Apesar deste esforço adicional, a DB Schenker foi forçada a suspender temporariamente a aceitação de novos envios para o Reino Unido e anunciou que os que já foram enviados serão entregues o mais rapidamente possível», explicou a companhia. A empresa prevê que os volumes de expedição continuem a crescer em Janeiro, mas, salientou, «os fornecedores de serviços logísticos só poderão processar expedições rapidamente se a proporção de documentos alfandegários correctos e completos também aumentar significativamente».

Com a saída do Reino Unido da UE, estes documentos devem incluir uma prova de origem, uma factura em conformidade com os regulamentos aduaneiros actuais e um documento de autorização aduaneira (procuração) para processar o despacho aduaneiro. O importador deve também emitir uma procuração para a alfândega e fornecer-lhe todas as informações relevantes, tais como o código de produto da tarifa do Reino Unido. Em relação a esta última obrigação, a DB Schenker recomenda que os expedidores e os destinatários mantenham um contacto estreito.

A empresa apela aos agentes envolvidos no transporte de cargas entre a UE e o Reino Unido a «utilizarem os serviços de informação que oferece para cumprirem plenamente as novas formalidades aduaneiras», ressalvando ser «importante salientar que as isenções aduaneiras que foram concedidas a alguns produtos e bens fabricados na UE não isentam aqueles que desejam enviá-los da obrigação de fornecer a documentação relevante».

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com