DB Schenker

DB Schenker junta-se à Pan-African Mobility Alliance

Empresas, Logística Comentários fechados em DB Schenker junta-se à Pan-African Mobility Alliance 256
Tempo de Leitura: 2 minutos

A DB Schenker juntou-se à Pan-African Mobility Alliance, reforçando assim o seu compromisso com o continente africano. A companhia refere que, ingressar nesta aliança, que abrange negócios, ciência e política, e que foi iniciada pelo governo alemão para promover a economia do continente, é o primeiro passo para fortalecer as suas actividades em África.

DB Schenker«Isto enfatiza a importância de África para nós», explicou Jochen Thewes, CEO da DB Schenker. «A produção económica em África cresceu substancialmente em alguns casos. Vemos um grande potencial no continente e estamos a prever uma procura considerável de serviços de logística. Hoje, com uma população de 1,3 mil milhões de pessoas em 54 países, a África é uma das regiões com o crescimento económico mais rápido do mundo», acrescentou o responsável da companhia logística.

A DB Schenker, recorde-se, está presente em África desde 1962 e é representada por filiais, parceiros e mais de 1100 funcionários em 26 países. A aliança foi estabelecida com vários objectivos, incluindo a maximização do potencial logístico e a infra-estrutura, principalmente na indústria automóvel. Devido à recente população e crescimento económico da África, a DB Schenker está comprometida com uma colaboração sustentável a longo prazo, a fim de criar empregos e poder de compra.

«Os nossos clientes estão, actualmente, a expandir os seus negócios em vários países africanos. Como um fornecedor de logística global, criamos as condições necessárias no local para gerir as suas cadeias de abastecimento sem problemas. As iniciativas da Pan-African Mobility Alliance vão apoiar e melhorar este desenvolvimento», explicou Thomas Ruelke, chief commercial officer da DB Schenker para o Médio Oriente e África e responsável pelo crescimento da DB Schenker nesta região.

A empresa espera que o maior desenvolvimento económico se verifique principalmente da África Oriental e Ocidental. O Egipto e a África do Sul, onde a empresa actua há muitos anos, continuarão a desempenhar um papel importante no desenvolvimento futuro, acrescentou Thomas Ruelke.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com