aci europe carga aérea

Declaração e-DGD: IATA aprofunda digitalização do transporte de mercadorias perigosas

Aéreo Comentários fechados em Declaração e-DGD: IATA aprofunda digitalização do transporte de mercadorias perigosas 756
Tempo de Leitura: 1 minutos

A Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA) deu um novo passo no processo de digitalização da cadeia de abastecimento de mercadorias perigosas com a recente adopção dos padrões estabelecidos pela declaração e-Dangerous Good Declaration (e-DGD).



Passo em frente para modernizar transporte de mercadorias perigosas

Este passo em frente trata-se de uma abordagem electrónica da Declaração sobre Mercadorias Perigosas da Associação, que visa lançar iniciativas de digitalização e promover o desenvolvimento de plataformas para compartilhar dados, a fim de modernizar os processos de carga aérea de forma eficiente, transmitindo informações confidenciais entre todos os actores envolvidos no processo.

A implementação do e-DGD requer cooperação entre os carregadores, transitários, companhias de navegação, equipamentos de manuseio e fornecedores externos, mas tem grandes benefícios em termos de transparência, rastreabilidade e qualidade de informação. Além disso, melhora a eficiência dos processos e reduz as possibilidades de erros e atrasos.

Air France KLM Cargo, Lufthansa Cargo, Swiss Cargo e Cargologic apoiam iniciativa

A Declaração foi desenvolvida durante a última Conferência de Serviços de Carga da Associação e contou com o apoio de importantes operadores (tais como a Air France-KLM Cargo, a Lufthansa Cargo, a Swiss World Cargo e a Cargologic. Todas as companhias lançarão iniciativas para testar esses novos avanços, o que lhes permitirá explorar a automação e a inteligência artificial nos processos de transporte aéreo.



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com