Deutsche Post DHL

Deutsche Post DHL resiste à crise com «aumento significativo da receita» no 2º trimestre

Empresas, Logística Comentários fechados em Deutsche Post DHL resiste à crise com «aumento significativo da receita» no 2º trimestre 306
Tempo de Leitura: 4 minutos

O Grupo Deutsche Post DHL gerou um maior crescimento no segundo trimestre de 2020, apesar do impacto da Covid-19. «Graças ao seu portefólio abrangente de serviços de logística e à sua presença global, o Grupo aumentou as receitas em 3.1% para 16 mil milhões comparativamente ao mesmo trimestre no ano passado», reportou o  líder mundial em serviços de logística, através de um comunicado, ao qual a Revista Cargo acedeu.

 O crescimento orgânico da receita foi ainda maior, com 4.6%, valor maioritariamente impulsionado pelo forte crescimento do e-commerce. O Grupo Deutsche Post DHL aumentou o lucro operacional (EBIT) em 18.6% para 912 milhões no segundo trimestre. Ajustado para efeitos não-recorrentes no ano passado e este ano, o EBIT cresceu 229 milhões para 1,1 mil milhões, ultrapassando assim os números preliminares lançados em Julho.

Ficou demonstrada a «resiliência» do Grupo Deutsche Post DHL

«Mais do que em qualquer outra altura, a crise demonstrou a resiliência do Grupo Deutsche Post DHL. Graças aos incansáveis esforços dos nossos 550.000 funcionários em todo o mundo, conseguimos garantir o fornecimento de mercadorias ao mundo, e manter importantes cadeias de abastecimento para a indústria – mesmo em tempos extremamente desafiantes», referiu Frank Appel, CEO do Grupo Deutsche Post DHL.

«Agora,o foco nos nossos principais negócios de logística e na transformação digital da empresa como parte da Estratégia 2025, compensou. Nunca estivemos em melhor forma e estou confiante que a nossa empresa irá sair mais forte desta crise», acrescentou, citado pela missiva.

Forte desempenho graças ao portefólio diversificado de soluções de logística

O grupo constata que «está posicionado de forma mais robusta em relação a outras empresas para ultrapassar crises» devido à «presença geográfica extraordinariamente ampla e ao portefólio abrangente de soluções de logística do Grupo – desde transporte expresso global, aéreo e marítimo de carga para armazenamento e soluções de e-commerce, até serviços de correio e encomendas na Alemanha».

DHL aviãoA transformação digital contínua dos processos de negócio e soluções para os clientes, por exemplo através do uso de data analytics e automatização, consolidou ainda mais a posição das divisões, explica o grupo. O desempenho da empresa no segundo trimestre demonstrou, mais uma vez, as forças do grupo: todas as cinco divisões geraram um lucro operacional, apesar das condições desafiantes resultantes da pandemia.

Este forte desempenho foi sustentado pelos passos que o Grupo deu numa fase inicial para ajustar as suas capacidades de forma ágil à situação de procura alterada, e para garantir a disponibilidade das suas próprias capacidades de voo. No início do segundo trimestre, o desempenho do negócio no transporte expresso, aéreo e marítimo de carga para armazenamento foi particularmente impactado pelas medidas de protecção contra a pandemia impostas na Europa e na América do Norte. No decorrer do segundo trimestre, por exemplo, os volumes com encomendas internacionais expresso com tempo definido começaram a recuperar, o que permitiu à divisão Express alcançar o nível do ano anterior na primeira metade do ano.

EBIT do Grupo deverá ser entre 3.5 mil milhões e 3.8 mil milhões

Como resultado do bom desempenho da empresa no segundo trimestre, o grupo emitiu novas directrizes em Julho para o actual ano financeiro: o Grupo espera que o seu lucro operacional alcance entre 3.5 mil milhões e 3.8 mil milhões de euros em 2020. Este número inclui despesas de cerca de 400 milhões de euros que foram previstas em Fevereiro para o realinhamento da StreetScooter, o pagamento de bónus planeado para funcionários de cerca de 200 milhões no terceiro trimestre e prejuízos não-recorrentes de cerca de 100 milhões de euros devido às medidas de isolamento.

Para a divisão Post & Parcel Alemanha, que representará cerca de um quarto dos pagamentos de bónus, o Grupo prevê um lucro operacional de cerca de 1.5 mil milhões de euros. Para as suas divisões DHL, o Grupo Deutsche Post DHL estima um EBIT entre 2.8 mil milhões e 3.1 mil milhões de euros, incluindo todos os efeitos não-recorrentes. Estima-se cerca de -750 milhões de euros nas funções corporativas.

As expectativas a médio prazo de resultados da empresa, conforme foram anunciados em Julho, mantêm-se inalteradas. Nesta orientação, gGrupo espera um EBIT de cerca de 4.7 mil milhões e mais de 5.3 mil milhões para 2022 – dependendo da recuperação económica geral.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com