DGRM dragagens contrato

DGRM firmou Contrato de Dragagens dos Portos do Norte: investimento é de 4,1 milhões

Marítimo Comentários fechados em DGRM firmou Contrato de Dragagens dos Portos do Norte: investimento é de 4,1 milhões 301
Tempo de Leitura: 2 minutos

DGRM barcosA Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) assinou ontem (dia 26 de Julho) o primeiro Contrato Plurianual de Dragagens, 2021-2023, para os portos de Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende e Vila Praia de Ancora. O contrato em questão representa um investimento global de 4,1 milhões de euros, totalmente assumido pelo Orçamento de Estado.

O contrato foi assinado por José Simão, Director-geral da DGRM, por Susana Baptista, Sub-directora-Geral da mesma instituição, e por Eduardo Gomes, em representação da empresa Rohde Nielsen. O documento foi homologado pelo Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos. O 1.º Contrato de Dragagens Plurianual incidiu sobre os portos do Norte, devido às características hidrodinâmicas especificas da costa ocidental e à sua configuração e morfologia, apresentando uma necessidade acentuada de dragagens regulares para manutenção das suas cotas de serviço, detalhou a DGRM.

A assinatura do referido contrato assume-se como «especialmente relevante para garantir uma navegação em segurança nos portos de pesca e de náutica de recreio, atendendo à especial necessidade de assegurar as melhores condições de acesso a esses portos, salvaguardando a segurança das embarcações e respectivos tripulantes e da navegação em geral», referiu, em comunicado, a DGRM, que tutela a gestão das dragagens.

A eficiência deste tipo de processos torna «premente a celebração de contratos plurianuais, de forma a permitir que as operações de dragagem possam ser executadas nos períodos mais favoráveis ou sempre que exista uma situação de assoreamento que prejudique o acesso a determinado porto, com risco para a segurança das embarcações e seus tripulantes», vincou a entidade, no comunicado ao qual tivemos acesso.

Nova filosofia visa incrementar segurança marítima

A assinatura do contrato, salienta a entidade, revestiu-se de «particular importância» por se tratara do primeiro com carácter plurianual, representando «uma mudança de procedimento que permite encarar a médio prazo uma solução consistente para o grave problema de assoreamento frequente destes portos». Este contrato plasma uma «nova filosofia» alicerçada numa maior dotação financeira, mais quantidade para dragar, mais previsibilidade e um melhor planeamento plurianual – tudo com o intuito de incrementar a segurança marítima.

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com