porto de setúbal APSS

«Direitos reforçados» em Setúbal: Sindicato S.E.P 265 firma Convenção Colectiva com a Operestiva

Marítimo Comentários fechados em «Direitos reforçados» em Setúbal: Sindicato S.E.P 265 firma Convenção Colectiva com a Operestiva 796
Tempo de Leitura: 2 minutos

Através de um comunicado – ao qual a Revista Cargo acedeu – o Sindicato S.E.P 265 revelou que celebrou uma Convenção Colectiva com a empresa Operestiva. «Em resultado do acordo celebrado pelo Sindicato S.E.P. 265, os trabalhadores da Operestiva vêem os seus direitos reforçados, comparativamente até a outros sindicatos, onde se destaca a possibilidade de serem instituídos prémios aos trabalhadores, algo que não está previsto com outros sindicatos», adiantou a entidade sindical na missiva.

Segundo o S.E.P 265, este acordo contempla ainda «a possibilidade dos trabalhadores contratados em Dezembro 2018 poderem subir de nível antes dos 6 anos, enquanto que nos outros sindicatos só sobem de nível após 6 anos». Mais: «para além das actualizações salariais anuais garantidas de 1,3% acima da inflação, garante ainda, ao contrários dos outros, um aumento de 1% nas tabelas de remuneração». Refere ainda o sindicato que, «enquanto que nos outro sindicatos as regras de colocação garantem que o trabalho suplementar é feito apenas por eventuais, no S.E.P 265, o trabalho é feito por trabalhadores do quadro e por eventuais».

O sindicato adianta ainda que «a Navipor pretende contratar novos trabalhadores eventuais, o que já foi aceite por outro Sindicato em Setúbal», um facto contra o qual a entidade se insurge, só aceitando tal «desde que sejam admitidos imediatamente nos quadros pelo menos 10 trabalhadores dos actuais eventuais». Sabendo que há trabalhadores de baixa profissional, o Sindicato S.E.P. 265 revelou que «tem estado em diálogo com a empresa para procurar que alguns dos actuais eventuais possam ser contratados a termo, e a substituir os que estão de baixa».

Caracterizando-se como «o sindicato que apenas se preocupa com Setúbal», o S.E.P 265 vincou que pretende «defender os direitos de todos os trabalhadores portuários de Setúbal, apostando numa política de diálogo com a empresa, em vez de uma política de conflito constante».

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com