Secretário de Estado das Infra-estruturas Jorge Delgado Plano Ferroviário

«Dotar o país de um Plano Ferroviário Nacional é um desígnio» de «enorme importância»

TerrestreComentários fechados em «Dotar o país de um Plano Ferroviário Nacional é um desígnio» de «enorme importância»109
Tempo de Leitura: 2 minutos

Para o Secretário de Estado das Infra-estruturas, Jorge Delgado, «dotar o país de um Plano Ferroviário Nacional é um desígnio que está no programa do Governo e que tem uma enorme importância» – as palavras foram proferidas em Lisboa, durante o evento de apresentação do plano ferroviário.

Plano Ferroviário «ancorado nos serviços que queremos prestar ao país»

O Plano Ferroviário deverá levar em conta os serviços que a infra-estrutura vai fornecer, frisou Jorge Delgado, durante a sua intervenção. O plano, realçou, «tem de estar ancorado nos serviços que queremos prestar ao país e aos cidadãos». O governante recordou que há perto de uma centena de anos que não se constroem linhas em Portugal e que o investimento na ferrovia tem sido feito à boleia dos ciclos de investimentos comunitários.

Linha IP Douro Ferrovia IP IP PortugalClaramente esquecida em detrimento da rodovia durante várias décadas, a ferrovia espera agora um contínuo investimento que lhe permita ganhar quota e pujança, mas, lembrou Jorge Delgado, a abordagem na elaboração deste Plano Ferroviário Nacional não pode mimetizar mimética» a abordagem para a rede rodoviária, tendo em conta que os objectivos, escala de investimentos e a sua respectiva função assim «o exigem».

Assim, aprofundou, não pode cingir-se à «à definição de uma rede», tendo ter em consideração uma reflexão sobre os serviços para os quais a infra-estrutura vai ser utilizada. É agora tempo de «olhar para o futuro», sendo vital a estabilização dos instrumentos de planeamento e de apoio à decisão. Olhando, em panorâmica, para o plano da rede, Jorge Delgado frisou que se encontra actualmente em curso obras de modernização nos principais corredores ferroviários do país e, «pela segunda vez em 90 anos», está a ser construída uma linha nova.

Tais investimentos permitirão a circulação de comboios com maior comprimento e a utilização de linhas electrificadas e com sinalização electrónica instalada. «Não vos quero maçar com o elenco dos mais de 2.000 milhões de euros de investimentos em curso no âmbito do Ferrovia 2020, mas quero garantir-vos que a nossa determinação para conclusão de todas estas obras até ao final de 2023 é total e absoluta» salientou.

Fonte: Lusa

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
ptPortuguês
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com