Elmar Degenhart

Elmar Degenhart (CEO da Continental): «Continuaremos a ser pioneiros na indústria automóvel»

Empresas, Terrestre Comentários fechados em Elmar Degenhart (CEO da Continental): «Continuaremos a ser pioneiros na indústria automóvel» 254
Tempo de Leitura: 4 minutos

«A Continental mantém os seus objectivos claramente alinhados» – esta foi uma das mensagens dominantes da reunião anual de accionistas da empresa, que decorreu de forma virtual em Hannover. As palavras do seu CEO, Elmar Degenhart, deram garantias de que a Continental continuará, de forma convicta, o realinhamento da empresa iniciado em 2019 e ajustará a sua estrutura de custos ao decréscimo da produção global de veículos.

Continental focada na digitalização, condução assistida e zero emissões

A empresa vincou estar focada em três grandes áreas tecnológicas: digitalização, condução automatizada e assistida e em sistemas de condução zero emissões. «O nosso compromisso é com a inovação. Como tal continuaremos a ser pioneiros na indústria automóvel», afirmou Degenhart, citado por um documento relativo ao decorrer dos trabalhos, ao qual a Revista Cargo acedeu. Uma metas metas da companhia é a sustentabilidade ambiental. «O nosso coração bate por um ecossistema saudável de mobilidade», deixou claro Elmar Degenhart.

O crescimento sustentável da empresa «assenta em três requisitos essenciais: ecologia, economia e social», enumerou o CEO da empresa. As soluções desenvolvidas pela Continental visam abrir caminho para um futuro, onde se encontra um equilíbrio entre a protecção ambiental, a neutralidade de emissões de carbono e se coloca ênfase na acessibilidade de forma a facilitar a mobilidade individual.

«Esta árdua tarefa inicia-se internamente. Desde o início deste ano que só compramos electricidade de fontes renováveis verificadas para as nossas fábricas em todo o mundo», declarou Elmar Degenhart, destacando o roadmap da empresa e deixando uma garantia para o futuro: «Em 2040, a nossa produção será neutra em carbono e em 2050 as emissões de CO2 serão totalmente eliminadas em toda a nossa cadeia de valor».

Crescer com o software e com sistemas de condução seguros e limpos

A Continental revelou que está a aproveitar a digitalização e o software para alavancar um crescimento rentável e sustentável. «O software é o oxigénio da indústria, já que constitui a base para o desenvolvimento e a prestação de novos serviços. O valor gerado a partir do software regista um crescimento anual a dois dígitos», declarou o responsável durante a reunião. A digitalização é igualmente decisiva para os serviços relacionados com a nova mobilidade. «Estamos a garantir que a maioria dos nossos produtos seja inteligente», afiançou o CEO da empresa.

ContinentalNeste domínio, a Continental está a digitalizar os pneus e todo o sistema pneumático. Há já uma grande procura pelos dados fornecidos pelos pneus, que são transmitidos a partir dos nossos serviços digitais para os operadores das frotas de veículos. «Estamos a expandir o nosso negócio com as frotas, gerando vendas a rondar os mil milhões de euros anual», afirmou Degenhart. O objectivo é triplicar as vendas até 2030. «Na nossa opinião, no futuro, a digitalização oferece um grande potencial de crescimento no aumento da eficiência da produção. Actualmente já instalamos mais de 1600 robots colaborativos nesta área, que trabalham lado a lado com os seus colegas humanos», detalhou o CEO da empresa.

Uma segunda área de crescimento para a Continental é o desenvolvimento de sistemas para a condução automatizada e assistida. «Estamos a trabalhar estas tecnologias indo de encontro ao objectivo da visão zero acidentes. O negócio de assistência à condução está a crescer como nenhum outro», adiantou. Como complemento, a Continental vende actualmente cerca de 350 milhões de sensores na área da segurança passiva. No que se refere ao negócio dos travões, Degenhart prevê que perto de 4 milhões de sistemas integrados de travagem sejam produzidos em 2023.

«A e-mobilidade não é exclusiva dos veículos eléctricos», lembra Elmar Degenhart

A terceira grande área de crescimento da Continental são as tecnologias para sistemas de condução limpos. «A e-mobilidade não é exclusiva dos veículos eléctricos. É igualmente para emissões zero. Seja com baterias ou com células de combustível, a e-mobilidade é uma realidade num mercado em crescimento. Para além de que oferece um grande potencial para a Vitesco Technologies», explicou Degenhart. Para a maioria dos produtos da família dos sistemas de condução, a Continental espera um crescimento de mercado anual na ordem dos 30%, pelos próximos cinco anos.

Photo: Continental AG

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com