Endesa freta navio para transporte de GNL: Porto de Sines será ponto de paragem do ‘Adriano Knutsen’

Marítimo Comentários fechados em Endesa freta navio para transporte de GNL: Porto de Sines será ponto de paragem do ‘Adriano Knutsen’ 516
Tempo de Leitura: 2 minutos

Finalizado e pronto para a sua primeira jornada – o primeiro navio metaneiro fretado pela Endesa, com vista ao transporte anual de dois milhões de metros cúbicos de gás natural liquefeito (GNL), percorrerá os mares já no próximo mês de Julho. O Porto de Sines será um dos pontos de passagem do navio ‘Adriano Knutsen’, adiantou também a Endesa, através de uma missiva à qual a Revista Cargo acedeu.

Contrato com a Knutsen responde às necessidades dos contratos de transporte para a compra de GNL para a Endesa a partir do Grupo Enel

O contrato de fretamento entre a Endesa e Knutsen é de sete anos, com dois períodos de extensão de sete e seis anos, que vai garantir parte das necessidades dos contratos de transporte para a compra de GNL nos próximos anos tanto para a Endesa a partir do Grupo Enel. O valor do contrato é de cerca de 25 milhões de dólares por ano e o custo de construção do metaneiro – que tem 300 metros de comprimento, 48 de largura e 26,4 de escora e está munido com quatro tanques criogénicos – é de cerca de 185 milhões de dólares.

Sines integrará a rota do ‘Adriano Knutsen’

porto de sines gnlO volume de GNL transportado pelo ‘Adriano Knutsen’, que será o maior navio de bandeira espanhola, é igual ao consumo de um dia de toda a Espanha ou a oferta anual média para uma cidade de 170.000 residências. Actualmente, o navio está, garante a Endesa, «praticamente finalizado, aguardando apenas as conclusões dos testes de mar e carga antes da entrega». Sines será um dos pontos de paragem: no país vizinho, o metaneiro atracará nos portos de Huelva, Barcelona, Bilbao, Ferrol, Cartagena e Sagunto.

Cinco anos depois da concretização da compra de dois milhões de metros cúbicos à LNG Cheniere Energy, no porto americano de Corpus Christi, «a Endesa embarcou pela primeira vez no sector marítimo de GNL com a contratação de navios metaneiros recém-construídos pela empresa de transporte Knutsen. A Endesa consegue assim cobrir parte do seu abastecimento de gás para os próximos 20 anos com opções muito mais flexíveis e competitivas do que a tradicional contratação da entrega de GNL no destino», comunicou a empresa.

Author

Back to Top

© 2019 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com