estivadores algeciras Espanha Puertos del Estado

‘One Belt One Road’: Espanha com estratégia para ‘vender’ portos como opção «rápida e eficiente»

Marítimo Comentários fechados em ‘One Belt One Road’: Espanha com estratégia para ‘vender’ portos como opção «rápida e eficiente» 341
Tempo de Leitura: 2 minutos

Espanha aperta o cerco à iniciativa One Belt One Road: entre os dias 16 e 18 de Maio, uma comitiva espanhola composta por portos e empresas (muitas delas de cariz internacional) fará, pela China, um périplo, que, a propósito da realização do evento ‘Transport Logistic China’, servirá para promover a oferta espanhola no contexto do mega-projecto chinês.



Os portos de nuestros hermanos pretenderão ‘vender’ a ideia de que serão a conexão marítimas mais rápida nos trajectos entre a China e a Europa. De acordo com os ecos da imprensa do país vizinho, a comitiva que marcará presença em Xangai entre os dias 16 e 18 deste mês leva na bagagem uma estratégia de charme que visa caracterizar a rede portuária espanhola como a opção para os interesses chineses.

«Rápida» e «eficiente»: assim ‘venderá’ a Puertos del Estado a opção portuária espanhola à China

«A melhor conexão, a mais rápida e a mais eficiente da Europa nos trajectos que se efectuam entre a China e a Europa» – o mote foi dado pelo organismo estatal Puertos del Estado, que coordenará a estratégia de promoção. O comunicado da entidade, ao qual a Revista Cargo teve acesso, dá conta de que a «poupança de tempo», para que se chegue «ao coração da Europa», quantificou-se «em 4 dias, que se convertem num total de 8 dias nas rotações das linhas marítimas», lembrando ainda «as consequentes economias do frete e os benefícios ambientais» que derivam da opção apresentada.

One Belt, One Road: Puertos del Estado garante que o país tem estado atento às oportunidades

O comunicado da Puertos del Estado recorda que, desde o arranque da campanha do mega-projecto chinês (em 2013), «a Espanha tem estado activamente envolvida na captura de uma boa parte das mercadorias que circulam entre os dois continentes». Recorda a entidade estatal que mais de 18,7 milhões de toneladas de carga, de origem ou destino na China passam pelos portos espanhóis, «sendo os localizados na costa do Mediterrâneo os mais beneficiados pelas crescentes trocas comerciais».

«É significativo que destes tráfegos marítimos cerca de 40% dos produtos provenientes da China estão em trânsito, ou seja, têm como destino final países terceiros, e que, portanto, utilizam os portos espanhóis como os melhores conexões para chegar ao seu destino final», afirmou ainda a Puertos del Estado.



Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com