tap Estado avião tribunal de justiça

Estado português prestes a tornar-se o único accionista da TAP

Aéreo, Empresas Comentários fechados em Estado português prestes a tornar-se o único accionista da TAP 314
Tempo de Leitura: 2 minutos

Segundo informações avançadas pelo jornal ‘Público‘, o Estado português deverá passar a ser o único accionista da transportadora aérea TAP, na sequência de uma operação para debelar os prejuízos da companhia – a operação envolverá os accionistas privados.

De acordo com o jornal, o plano de saneamento implica ainda a aplicação de 2.726 milhões de euros de dinheiro público no capital da TAP. Este dado, reporta o ‘Público’, está plasmado num documento da Comissão Europeia datado de 16 de Julho, sendo que a entidade avançou para uma investigação mais aprofundada no que respeita o pedido de apoio à companhia aérea realizado pelo Governo português.

Airbus-A330 tap rotasA 10 de Junho deste ano, o Governo notificou Bruxelas de que tinha intenção de canalizar 3.200 milhões de euros para as contas da TAP, sendo que este valor incluía os 1.200 milhões já emprestados no ano transacto. Tanto operação para se tornar o único accionista da TAP como a aplicação de dinheiro público na companhia aérea, estavam definidos na versão actualizada do Plano de Reestruturação entregue na recta final de 2020.

Recorde-se que a quantia de 1.200 milhões do empréstimo já concedido no ano passado, e que se vai tornar em capital este ano, será dividida entre uma injecção ou garantia estatal para conceder o dinheiro no segundo semestre deste ano, sendo o mesmo convertível em capital em Junho do próximo ano, e outra injecção em 2022. O Estado português detém, actualmente, 92% da TAP SA, depois da aplicação de 462 milhões de euros já no decorrer deste presente ano: o montante serviu como apoio no âmbito da pandemia e do impacto das restrições globais na aviação civil.

O Estado português é detentor ainda de 72,5% da TAP SGPS, depois de ter adquirido os 22,5% do empresário David Neeleman, por uma verba a rondar os 55 milhões de euros. O empresário luso Humberto Pedrosa detém 22,5% e os trabalhadores têm os restantes 5%.

Fonte: Público

Author

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com