Estagnação da linha Algeciras-Bobadilla reflecte «miséria ferroviária do país», diz Carlos Fenoy

Terrestre Comentários fechados em Estagnação da linha Algeciras-Bobadilla reflecte «miséria ferroviária do país», diz Carlos Fenoy 280
Tempo de Leitura: 1 minutos

As chuvas vieram e o Porto de Algeciras não mais foi o mesmo: desde as torrenciais chuvadas, em Outubro de 2018, que o porto espanhol, referência mediterrânica no transhipment de contentores, se encontra diminuído na sua conectividade ferroviária, devido à suspensão do trilho que liga Bobadilla a Algeciras.

Para o presidente da Câmara de Comércio de Campo de Gibraltar (uma comarca espanhola na província de Cádiz), Carlos Fenoy, a situação actual vivida na linha férrea de Algeciras-Bobadilla encabeça «a miséria ferroviária do país». Para Carlos Fenoy, é impensável que uma das grandes referências portuárias de Espanha em termos de carga «tenha uma via antiquada que foi isolada por oitenta dias de chuva».

algeciras

Porto de Algeciras

Em declarações citadas pelos orgãos de comunicação espanhóis, o presidente da Câmara de Comércio de Campo de Gibraltar pediu ao governo espanhol um «firme compromisso» rumo à resolução da situação de isolamento a que o porto está actualmente devotado, lembrando que a conexão Algeciras-Bobadilla está ainda à espera das obras de modernização necessárias para integrar-se à rede básica europeia de transporte.

«Estamos há vários anos para que sejam acelerados os investimentos que impedem o porto de ter uma conexão ferroviária de alto desempenho para Madrid, que a ligaria à fronteira francesa e ao resto da Europa. Além disso, todos os territórios através dos quais essa infra-estrutura funciona, tanto no layout do Corredor Mediterrâneo quanto no Atlântico sairiam beneficiados», acrescentou Carlos Fenoy.

Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com