pesados

Barómetro ANTRAM: 77% dos inquiridos desaconselham futuro no sector

Terrestre Sem comentários em Barómetro ANTRAM: 77% dos inquiridos desaconselham futuro no sector 353

A Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) levou a cabo um barómetro direccionado para o sector do transporte rodoviário de mercadorias, auscultando uma amostra de 15 mil utilizadores.

A conclusão mais marcante do estudo é a de que «77% dos inquiridos apresentam reservas em recomendar um futuro profissional ligado ao sector» – um dado pouco animador que reflecte as condições difíceis que a indústria atravessa.

51% das empresas «possui visão negativa para os próximos três anos»

No comunicado enviado hoje às redacções, a ANTRAM esclarece ainda que o Net Promoter Score (NPS) – que avalia a recomendação da actividade na área de transporte rodoviário enquanto profissão – «é, aliás, o indicador que regista a pior performance no estudo», facto que apenas realça a urgente necessidade da aposta «numa promoção do sector do transporte rodoviário como opção de carreira de futuro».

Os resultados do barómetro da ANTRAM indicam ainda que «quando questionadas sobre a evolução do sector, 51% das empresas possui uma visão negativa para os próximos três anos». Ainda assim, os dados revelam uma divisão quase equitativa da opinião, com com pouco menos de metade da amostra (49 por cento) a demonstrar uma visão positiva: 1% tem uma perspectiva ‘muito boa’ para o sector e 48% uma ‘boa’ perspectiva. De referir, também, que 58% dos proprietários e gerentes de empresas do sector «encaram os próximos anos com uma visão negativa, enquanto os colaboradores (61%) têm já uma postura positiva».

Maioria das empresas não planeia aumentar investimento

No que toca aos investimentos futuros, a grande maioria das empresas inquiridas (63%) manterá o nível dos últimos anos, enquanto que 22% deverá diminuir esse investimento; apenas 14% das empresas afirmaram pretender expandir esse investimento no futuro. O estudo conclui ainda, neste contexto, que «os inquiridos com licenciatura ou mestrado são os que estão mais propensos a investir, sendo que 19% afirmam mesmo que irão aumentar os seus investimentos».

O barómetro debruça-se ainda sobre o comportamento sócio-económico das regiões: «é possível perceber que distritos como Lisboa e Porto apresentam a dinâmica mais positiva do país, sendo provável que o turismo esteja a servir de motor para as economias destes dois pontos geográficos».

Related Articles

Leave a comment

Back to Top

Powered by MAEIL
error: Este conteúdo está protegido!