adfersit

Estudo de Impacto Ambiental dá luz verde ao projecto do futuro aeroporto do Montijo

Aéreo Comentários fechados em Estudo de Impacto Ambiental dá luz verde ao projecto do futuro aeroporto do Montijo 435
Tempo de Leitura: 2 minutos

O estudo de impacto ambiental da ANA, relativo ao projecto do futuro aeroporto do Montijo, viabilizou ontem a opção, não deixando, no entanto, de apontar diversas influências impactantes na fauna e na flora. Ainda assim, tais impactos são considerados pela ANA como pouco preocupantes.



De acordo com informações avançadas pelo ‘Jornal de Negócios’, o estudo conclui que o impacto será «pouco significativo na questão do ambiente sonoro», não se prevendo quaisquer situações em que os limites máximos legais possam ser ultrapassados, adiantou, ao jornal, fonte directamente ligada ao processo.

Estudo de impacto ambiental será entregue ao Executivo ainda esta semana

O estudo de impacto ambiental deverá ser ainda entregue ao Executivo durante esta semana, contendo várias medidas que permitirão mitigar os efeitos ambientais da futura infra-estrutura aeroportuária (ao nível da fauna, da flora e do ambiente sonoro). No que toca à afectação da fauna, adianta o jornal que os «impactos estão identificados» e poderão facilmente ser minimizados ou «compensados».

Estudo propõe medidas de mitigação e controlo dos impactos

Para que isso aconteça, o estudo avança com propostas como a aposta num programa de gestão de habitats que impeça o surgimento e proliferação de fontes de alimento para a avifauna. Tais medidas implicam uma estreita colaboração com as associações agrícolas, de modo a existir uma acção coordenada de minimização da actividade da avifauna. A «minimização da presença de pontos de água» e a «gestão do controlo de risco» da avifauna, «que passa pela Falcoaria, métodos sonoros e métodos visuais» são métodos viáveis para minimizar e gerir o impacto, adiantou o Jornal de Negócios.

Acessibilidades rodoviárias

No que diz respeito às acessibilidades rodoviárias, o estudo (que ainda terá de passar pelo crivo da Agência Portuguesa do Ambiente) propõe a introdução de pavimento menos ruidoso no novo acesso à A12 e a construção de barreiras acústicas. Prevê também a melhoria da estrada de acesso ao Cais do Seixalinho, para o serviço fluvial de ligação a Lisboa.



Back to Top

© 2018 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com