EUA china

EUA e China entram em 2020 com promessas de refreamento da guerra comercial

Empresas, Logística Comentários fechados em EUA e China entram em 2020 com promessas de refreamento da guerra comercial 329
Tempo de Leitura: 2 minutos

Fim à vista para a guerra comercial entre os EUA e a China? Ainda é cedo para o afirmar. Contudo, o ano de 2020 começa com a celebração de um acordo entre as duas potências mundiais, visando o mitigar do tira-teimas de tarifas iniciado em Fevereiro de 2018. A ‘fase um’ do acordo comercial será assinada, na Casa Branca, no dia 15 de Janeiro, e materializará o primeiro passo da minimização da escalada de tarifas entre ambas as nações.

O presidente dos EUA, Donald Trump, revelou que, depois de assinada a ‘fase um’ do acordo, viajará para Pequim para iniciar a ‘fase dois’ das negociações comerciais com a China. Donald Trump e os representantes das autoridades comerciais dos EUA (Robert Lighthizer, Steven Mnuchin, Peter Navarro e Larry Kudlow) finalizaram o acordo inicial na Casa Branca, no passado dia 12 de Dezembro.

Os detalhes do acordo comercial são ainda bastante limitados – no entanto, a imprensa americana adianta que o presidente dos EUA concordou em interromper a imposição de outra rodada de aumentos tarifários (programada para 15 de Dezembro) a cerca de 160 mil milhões de dólares importações chinesas. Por seu turno, o governo chinês aceitou aumentar as importações de produtos agrícolas provenientes dos EUA.

De acordo com o movimento ‘Tariffs Hurt the Heartland‘, os consumidores americanos pagaram, globalmente, cerca de 42 mil milhões adicionais entre Fevereiro de 2018 e Outubro de 2019, como resultado da guerra comercial iniciada por Donald Trump. As tarifas chinesas sobre as exportações americanas totalizaram cerca de 12 mil milhões desde Fevereiro de 2018 e concentraram-se principalmente nas exportações agrícolas.

Por enquanto, os EUA manterão tarifas de 25% que abrangem 250 mil milhões de importações chinesas, juntamente com tarifas de 7,5% face a 120 mil milhões de importações chinesas. Ainda assim, este acordo inicial é visto como o passo inaugural para uma normalização das relações comerciais entre os dois países – algo há muito exigido por associações internacionais, conglomerados empresariais e países.

Back to Top

© 2020 Magia Azul, all rights reserved.
Partilhar
Partilhar
pt Português
X
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com